Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

Atentados à bomba em Berna

Duas explosões sem causar vítimas ocorreram em Berna na madrugada de terça-feira, 25/4. Foram visadas a residência do futuro chefe do serviço secreto e o o Ministério da Defesa. Os atentados foram reivindicados pelo grupo "Perspectiva revolucionária".

Os atentados não causaram vítimas e poucos danos materiais, segundo a polícia de Berna. Pouco antes da 1 hora da manhã de terça-feira, 25/4, uma bomba explodiu em frente à residência do futuro chefe do serviço secreto Jacques Pitteloud, na parte antiga da cidade. Ele vai assumir o cargo em junho.

15 minutos depois, outra bomba explodiu em frente ao prédio onde funciona a Secretaria do Ministério da Defesa (foto). Em comunicado enviado à imprensa, os atentados foram reivindicados por um grupo misterioso e assinado "Perspectiva Revolucionária", até aqui desconhecido, segundo a polícia. No comunicado, o grupo afirma protestar contra a exposição "Exército" na MUBA, feira de exposições em Basiléia.

O Ministério da Defesa reagiu afirmando que "o explosivo nunca será um argumento a favor ou contra o Exército". O comunicado oficial confirma que a exposição na Muba será realizada como previsto.

swuissinfo com agências.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.