Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

Aumenta o número de bilionários na Suíça

Ernesto Bertarelli, 75° na lista da Forbes e número um entre os suíços.

(Keystone)

O número dos ricaços suíços na lista da revista Forbes (EUA) aumentou para 12. Outros quinze no ranking dos 1.125 afortunados têm passaportes estrangeiros, mas moram no país alpino.

O número um entre os bilionários suíços é Ernesto Bertarelli, dono da empresa de biotecnologia Serono. Segundo a revista econômica Bilanz, na Suíça vivem pelos menos 120 pessoas ou famílias com uma fortuna de mais de bilhão de francos suíços.

O homem mais rico do mundo, segundo a Forbes, é o investidor norte-americano Warren Buffett, com 62 bilhões de dólares. Ele desbancou o fundador da Microsoft, Bill Gates, que, depois de liderar o ranking durante 13 anos, caiu para o terceiro lugar com "apenas" 58 bilhões dólares.

Em segundo lugar aparece o mexicano Carlos Slim Helu, dono de um império das telecomunicações e de uma fortuna avaliada entre 49 e 60 bilhões de dólares.

Moscou: capital dos bilionários

A mulher mais rica do mundo vive na França: é a empresária Liliane Bettencourt (L'Oréal), que aparece em 17° lugar, com 22,9 bilhões de dólares.

A Suíça, um paraíso fiscal e geográfico, continua atraindo bilionários, mas o maior número deles vive nos EUA e na Rússia. A capital dos capitalistas mais bem-sucedidos do mundo é o coração do ex-bloco comunista: Moscou.

O homem mais rico da Suíça é o empresário Ernesto Bertarelli, que subiu do 76° para o 75° lugar no ranking da Forbes. O dono da Serono aumentou sua fortuna de 8,8 para 10,3 bilhões de dólares no ano passado.

O suíço com a segunda melhor posição na lista é Hansjörg Wyss, que mora nos EUA, onde enriqueceu com sua empresa Synthes, na área de tecnologia médica. Com uma fortuna de 6 bilhões de dólares, ele ocupa o 164° lugar.

Paraíso dos ricos

No total, 12 cidadãos suíços aparecem no ranking da Forbes. Mas a Suíça figura com mais freqüência na lista como país de residência dos bilionários. O sueco Ingvar Kamprad, fundador da rede de lojas de móveis Ikea, vive em Lausanne e ocupa o 7° lugar, com 31 bilhões de dólares.

Um terço dos ricaços são herdeiros, 50 têm menos de 40 anos. Dois terços adquiriram suas próprias fortunas.

O mais jovem tem apenas 23 anos: é o criador da rede social de internet Facebook, Mark Zuckerberg, que se encontra em 785° lugar com 1,5 bilhão de dólares.

Segundo a Forbes, o número de bilionários aumentou em todo o mundo. Os 1.125 mais ricos somam a fortuna inimaginável de 4,4 trilhões de dólares.

swissinfo com agências

Os 12 suíços na lista da Forbes

Ernesto Bertarelli (75° lugar): US$ 10,3 bilhões

Hansjörg Wyss (164°): US$ 6 bi

Thomas Schmidheiny (198°):US$ 5.2 bi

Stephan Schmidheiny (288°): US$ 3.7 bi

Walter Haefner (296°): US$ 3.6 bi

Nicolas G. Hayek (296°): US$ 3.6 bi

Bahaa Hariri (349°): US$ 3.2 bi

Sergio Mantegazza (358°): US$ 3.1 bi

Gianluigi e Rafaela Aponte (412°): US$ 2.8 bi

Jean-Claude Gandur (652°): US$ 1.9 bi

Thomas Straumann (843°): US$ 1.4 bi

Aqui termina o infobox

Ricos e pobres

Segundo dados divulgados no final do ano passado pela revista econômica suíça Bilanz, na Suíça vivem cerca de 120 pessoas ou famílias com uma fortuna de pelo menos um bilhão de francos suíços.

O homem mais rico que vive no país é o sueco Ingvar Kamprad, dono da Ikea.

Por outro lado, há 380 mil pessoas consideradas pobres na Suíça, entre elas, 150 mil trabalhadores que vivem abaixo da linha da pobreza.

Aqui termina o infobox


Links

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.









Teaser Longform The citizens' meeting

Teaser Longform The citizens' meeting

The citizens' meeting