Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

Autópsia questiona prática policial

Centro em que ocorreu o drama

(Keystone Archive)

Justiça suíça investiga morte de um requerente de asilo, por asfixia, ao ser algemado para ser expulso à força. É o segundo incidente do gênero em dois anos e os responsáveis devem ser levados ao tribunal.

O incidente ocorreu em 1° de maio em Granges, estado do Valais, sudoeste. A vítima é um nigeriano de 27 anos, Samson Chukwu. Seu pedido de asilo foi rejeitado e em conseqüência ele devia ser expulso, devendo sair do país de boa vontade ou à força.

Negada a concessão de asilo, o nigeriano ficou preso 6 meses. Quando a polícia chegou para levá-lo ao aeroporto, resistiu com vigor. Os policiais aplicaram método corrente: o derrubaram, de costas para cima e passaram as algemas... Mas o nigeriano não levantou mais.

Autópsia confirma suspeita

A hipótese de morte súbita, avançada na época pela imprensa (e negada pelas autoridades que a atribuíram a ataque cardíaco) foi agora confirmada em autópsia, indicando que a morte "pode ser atribuída a uma asfixia" resultante da posição imposta à vítima que sofreu também pressão do peso de um policial que ajudava a algemar o nigeriano. O fato de o detido ter lutado antes contra a expulsão só serviu para agravar a situação ...

Segundo representante de Anistia Internacional (Neyris Lee), "uma coisa é clara, o método utilizado é extremamente perigoso".

O juiz suíço encarregado de instruir o caso (Jacques de Lavallaz), é menos categórico: "Todas as polícias do mundo utilizam essa posição. Que eu saiba, é a primeira vez que o método dá problema".

Cabe agora à justiça elucidar o caso e eventualmente punir os responsáveis.

O caso tem precedentes

Antes de Samson Chukwu, outros requerentes de asilo já foram mortos quando da espulsão. O caso mais conhecido foi a de um palestino, em 1999. Ele também morreu sufocado. Pela mordaça que colocaram na boca...

O médico implicado no incidente foi condenado no início de julho por tribunal de Zurique.

swissinfo


Links

Neuer Inhalt

Horizontal Line


swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.