Navigation

Boca de urna dá vitória aos acordos com a UE

Nas primeiras estimativas de boca de urna, aproximadamente 60 p/cento dos eleitores suíços aprovam os acordos bilaterais com a União Européia. Governo, principais partidos, sindicatos e associações patronais fizeram campanha pelos acordos.

Este conteúdo foi publicado em 21. maio 2000 - 13:15

A estimativas de boca de urna correspondem aos resultados das últimas sondagens antes da votação. Se a tendência for confirmada nas urnas, com aproxidamente 60 p/cento de aprovação dos acordos bilaterais. Governo, principais partidos políticos, associações patronais e sindicatos estarão satisfeitos.

Todos participaram da campanha pelo "sim", mostrando a necessidade para o país de não ficar isolado da UE, pelo menos no plano econômico. A Suíça não é membro da UE, mas tem mais de dois terços de suas trocas comerciais com os 15 países-membros.

A oposição aos acordos ia da extrema-direita nacionalista, com receio do país ser "invadido" por estrangeiros devido a livre circulação de pessoas, até ecologistas, contrários à liberalização parcial dos transportes rodoviários e conseqüente aumento da poluição. Essas duas questões serão reguladas por dois dos sete acordos bilaterais.

swissinfo com agências

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Em conformidade com os padrões da JTI

Em conformidade com os padrões da JTI

Mostrar mais: Certificação JTI para a SWI swissinfo.ch

Os comentários do artigo foram desativados. Veja aqui uma visão geral dos debates em curso com os nossos jornalistas. Junte-se a nós!

Se quiser iniciar uma conversa sobre um tema abordado neste artigo ou se quiser comunicar erros factuais, envie-nos um e-mail para portuguese@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Modificar sua senha

Você quer realmente deletar seu perfil?