Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

Bolsa suíça fechou em baixa

As bolsas européias tiveram tempo de reagir ao que ocorria em Nova York e limitaram perdas. Zurique fechou em baixa de 2,2 p/cento, Frankfurt perdeu 0,38 p/cento e Londres foi pior com queda de 2,97 p/cento. Anteriormente, na Ásia, quase houve pânico.

A chamada "segunda-feira da verdade" terminou mal na Ásia e também começou mal na Europa. Todas as bolsas européias abriram em forte baixa mas, ao contrário da Ásia, ainda tiveram tempo de reagir à tendência de Nova York.

Em Zurique, os dois principais índices (SMI e SPI) abriram em baixa de 3,55 mas se recuperaram um pouco e fecharam em queda de 2,2 p/cento.

Londres abriu em queda de 4 p/cento mas fechou perdendo 2,97 p/cento. Frankfurt perdeu 0,38 p/cento. Paris abriu perdendo 4,7 p/cento e fechou em baixa de 0,09 p/cento.

Na Ásia, os mercados fecheram com fortes baixais, com excessão de Taiwan, que ganhou 1,43 p/cento. Tóquio, segunda mais importante bolsa mundial, fechou em baixa de 6,98 p/cento, com o governo japonês anunciando que vai intervir para sustentar o mercado. Hong Kong perdeu 8,55 p/cento, Cingapura 8,97 p/cento e Seúl registrou perda histórica de 11,63 p/cento.

Apesar das perdas gerais, economistas consideram que as economias asiáticas, que retomaram o crescimento, são capazes de resisitir ao movimento atual das bolsas. Na Europa, líderes políticos e economistas multiplicaram declarações de que não motivo para se alarmar.


swissinfo com agências.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.