Perspectivas suíças em 10 idiomas

Bolsonaro recebe credenciais de embaixadora venezuelana indicada por Guaidó

Maria Teresa Belandria, embaixadora da Venezuela no Brasil indicada pelo presidente interino Juan Guaidó, fala à imprensa em Pacaraima, Roraima, 23 de fevereiro de 2019 afp_tickers

O presidente Jair Bolsonaro recebeu nesta terça-feira (4) as credenciais de Maria Teresa Belandria como embaixadora da Venezuela designada pelo líder opositor e autoproclamado presidente interino do país, Juan Guaidó, informou o governo.

Belandria foi recebida por Bolsonaro, que apoia uma transição de poder na Venezuela, em uma cerimônia realizada no Palácio do Planalto, na qual outros sete embaixadores apresentaram suas cartas credenciais, de acordo com um texto publicado no Twitter pelo ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo.

“Continuamos trabalhando pela democracia na Venezuela, em coordenação com o presidente Juan Gauidó, escreveu Araújo.

“O presidente optou por receber as cartas credenciais da embaixadora, mantendo-se coerente com a decisão de reconhecer o governo de Guaidó”, afirmou mais tarde Otávio Rêgo Barros, porta-voz do presidente Bolsonaro.

A decisão “não implica a expulsão dos diplomatas venezuelanos que se encontram no país por determinação de Maduro”, acrescentou.

O Brasil integra o grupo de cerca de 50 países, entre eles os Estados Unidos, que reconhecem o mandato interino de Guaidó à frente da Venezuela, após o Parlamento, de maioria opositora, ter declarado o presidente Nicolás Maduro como un “usurpador”.

Apesar de o governo brasileiro não apoiar uma intervenção militar na Venezuela, considera que Maduro deve sair do poder e realizar novas eleições como uma saída para a crise política e social no país vizinho, onde segundo Bolsonaro, Maduro segue no poder porque “cooptou o Exército”, seu principal aliado.

Preferidos do leitor

Os mais discutidos

SWI swissinfo.ch - sucursal da sociedade suíça de radiodifusão SRG SSR

SWI swissinfo.ch - sucursal da sociedade suíça de radiodifusão SRG SSR