Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

Brasil negocia compra de aviões de caça da Suíça

Pilotos suíços treinam com os "Tiger F5" duas semanas por ano.

(Keystone Archive)

A Força Aérea Brasileira confirma que está negociando com a Suíça a compra de 12 aviões de segunda mão, de tipo "Tiger F-5", para completar a frota da FAB. Conclusão do negócio também depende dos Estados Unidos.

Uma missão da FAB virá à Suíça em fevereiro para discutir detalhes sobre a compra eventual de aviões usados da aeronáutica suíça.

O interesse do Brasil por essas aeronaves foi revelado pelo jornal especializado "Flight International" e pelo jornal suíço "Le Temps".

Treinamento de pilotos

As negociações com a Suíça foram confirmadas à Swissinfo pelo Centro de Comunicação Social da Aeronáutica brasileira, em Brasília.

Se fechado o negócio, estaria incluido no Programa de Fortalecimento do Espaço Aéreo Brasileiro, aprovado pela Presidência da República em julho de 2000, com verba de aproximadamente 3,3 bilhões de dólares.

Esse Programa, segundo a FAB, prevê a aquisição e modernização de aviões "Tiger F-5" para completar a frota de 48 desses aviões que a FAB já tem. Essas aeronaves são utilizadas para o treinamento de pilotos.

A aeronáutica suíça tem 108 "Tigers", comprados dos Estados Unidos nos anos 70 e 80. Atualmente, 9 aparelhos estão à venda mas outros 25 também poderiam ser negociados. Segundo especialistas, os aviões suíços estão em ótimo estado.

Negócio também depende dos Estados Unidos

O Brasil está interessado na compra de 12 aviões mas prefereria que fossem de dois lugares. Os "Tigers" suíços são de um lugar.

O porta-voz do Departamento de Armamento do Ministério suíço da Defesa declarou à Swissinfo que "o Brasil é um dos países interessados" na compra dos "Tiger", mas não revelou quais são os outros.

Segundo o jornal "Le Temps", as Filipinas queriam comprá-los mas o negócio foi vetado pelos Estados Unidos. Devido uma cláusula no contrato que a Suíça assinou para a compra dos "Tiger", a revenda das aeronaves depende da aprovação de Washington.

Claudinê Gonçalves


Links

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

×