Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

Brasileira expulsa vai voltar

Para o regresso a jovem deve regularizar sua situação

(Keystone Archive)

Autoridades de Genebra confirmam possibilidade de regresso de uma jovem estudante (Rafaela, 15 anos) que vivia em situação irregular na cidade. O caso provocou emoção e solidariedade.

Artigos em jornais, espaço de mais de 10 minutos no principal jornal nacional da TV da Suíça Francesa, manifestações de solidariedade na escola em que a jovem estudava (Cycle des Voirets): esse caso da expulsão truculenta de Rafaela causou emoção e incompreensão.

Rafaela era aluna aplicada, querida de seus colegas, mas vivia em situação irregular na Suíça, ou seja, sem carteira de residência. Órfã, natural da Bahia, a jovem residia em apartamento com sua irmã Vânia, também em situação ilegal, em Genebra.

(O caso provocou inclusive inquietação entre outros alunos em situação irregular, o que não impede a escolarização básica na Suíça).

O porquê

Envolvida em acusação de roubo, a vida de Rafaela mudou de um dia para outro. Há poucos dias, o apartamento da jovem foi invadido pela polícia às 6h00 da manhã, ela levada ao aeroporto, interrogada, detida todo o dia e colocada, à noite, em vôo com destino ao Rio de Janeiro, juntamente com a irmã Vânia.

Sua volta depende agora de demanda de autorização de residência na Suíça para prosseguir seus estudos. Mas as autoridades exigem também que uma pessoa assuma responsabilidade pela manutenção da jovem em Genebra. Isso seria assumido por outra irmã (Cláudia) que vive com um diplomata na cidade.

Circunstâncias

Quanto à passagem de volta, os professores e alunos da escola em que Rafaela estuda já reuniram a soma necessária. Inclusive para o regresso da irmã Vânia, considerado muito improvável.

Enquanto isso, as circunstâncias exatas da detenção e expulsão da menor brasileira devem ainda ser esclarecidas. A esse respeito, o Governo do Estado de Genebra já solicitou um relatório à Polícia. Relatório que deve ficar pronto ainda este mês.

A intenção é determinar se houve abusos ou não na aplicação seca da lei.

swissinfo com agências.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

×