Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

Campanha visa levar jovens às urnas

Toni Brunner e Ursula Wyss, os deputados mais jovens da Câmara Federal, e Carmen Haag.

(Keystone)

Pela primeira vez na Suíça é lançada uma campanha nacional para promover o voto dos jovens nas legislativas de outubro.

A faixa visada é a dos 18 aos 24 anos, dos quais apenas 26% votaram quatro anos atrás.

"Os jovens não são apolíticos, do contrário não teriam participado das manifestações contra a guerra no Iraque, por exemplo."

Média está na casa dos 50

A opinião é de Silvan Meier, vice-presidente do Conselho Suíço de Atividades da Juventude (CSAJ), que está lançando a primeira campanha nacional para encorajar os jovens ao exercício do voto nas legislativas de outubro.

Nas legislativas de 1999, apenas 26% dos eleitores de 18 a 24 anos compareceram às urnas. Eles também são sub-representados na política federal, com apenas três deputados (em 200 deputados no total) com menos de 35 anos, enquanto essa faixa étaria corresponde a mais de 30% da população suíça.

Desde os anos 70, a média de idade na Câmara é de 51 anos e de 54 no Senado.

O fator Internet

A fraca participação do eleitorado jovem é um problema europeu e não apenas suíço. Em vários países, os governos já lançaram programas de estímulo aos jovens.

Na Suíça, a questão tem dois fatores agravantes: o voto é facultativo e o eleitorado é convocado várias vezes por ano para se pronunciar sobre questões importantes, devido o sistema, único, de democracia direta. Isso também provoca certa saturação no eleitor.

Os organizadores da campanha esperam que a participação do eleitorado jovem, este ano, chegue a 30%. Para isso, um dos principais instrumentos da campanha é um site na internet www.voteyoung.chLink externo com informações e diversão, como fantasiar os 7 ministros do governo federal etc.

Voto polarizado

Se o eleitorado jovem não participar, não será por falta de candidatos jovens. Juntos, os 4 maiores partidos do país terão cerca de uma centena de candidatos jovens. Os analistas, no entanto, afirmam que as chances de eleger jovens é bem pequena.

A participação dos jovens eleitores suíços também pode influenciar o resultado das legislativas. Vários estudos demonstram que os jovens tendem a votar mais à esquerda e à direita e menos nos partidos de centro.

Nesse caso, o Partido Socialista (PS) e a União Democrática do Centro (UDC) teriam a preferência do eleitorado jovem. Essa polarização prejudicaria os dois partidos mais ao centro na Suíça: o Partido Radical (PRD) e o Partido Democrata Cristão (PDC).

swissinfo

Breves

- Nas legislativas de 1999, apenas 26% do eleitorado jovem votou.

- Os organizadores da campanha de mobilização esperam chegar a pelo menos 30% nas eleições de outubro.

- Dos 200 deputados federais suíços, apenas três têm menos de 35 anos.

- A média de idade na Câmara dos Deputados é de 51 anos e no Senado de 54 anos.

- Os 4 maiores partidos suíços apresentarão cerca de 100 candidatos jovens a deputado federal, em outubro.

Aqui termina o infobox


Links

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

×