Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

Cantões abrirão uma "embaixada" em Berna

Por

A Casa dos Cantões será instalada neste edifício, no centro de Berna.

Em meados de 2008, os cantões suíços (estados) abrirão uma "embaixada" na capital federal. A decisão foi tomada pela Conferência dos Governos Cantonais para melhor defender os interesses cantonais junto ao Parlamento e ao governo federal.

Será um investimento de vários milhões de francos para a instalação em um grande edifício no centro de Berna.

A Suíça tem um sistema federalista bastante forte e tradicional mas tende, de maneira pragmática, a uma certa harmonização em diversos setores, apesar das diferenças culturais e lingüísticas.

Historicamente foram os cantões (estados) que criaram o Estado Federal, delegando-lhe alguns poderes (inicialmente apenas a política estrangeira, a defesa e a política monetária). A cada avanço do Estado Federal (Confederação), os cantões reagem.

Em matéria de representação política, a Câmara (Conselho Nacional) representa o povo e de maneira proporcional. O Senado (Conselho de Estados) também é eleito pelo povo mas em escrutínio majoritário, garantindo duas cadeiras para cada cantão.

Novidade na política suíça

Nesse contexto, o fato de os cantões resolverem criar uma representação em Berna, capital federal, é um elemento novo na política suíça. Ou seja, querem concentrar forças para melhor defender seus interesses junto ao Parlamento e ao governo federal e investirão milhões de francos na chamada Casa dos Cantões.

A decisão foi tomada pela Conferência dos Governos Cantonais (CdG). Nessa espécie de "embaixada", serão reunidas as diversas conferências de secretários cantonais (instrução pública, saúde, finanças, justiça e polícia, política social etc.)

Nessas instâncias é que são discutidas e decidas a tendência à harmonização de que se falou acima. Um exemplo é a recente decisão de harmonizar o calendário escolar em todo o país, a partir de 2014.

No total, mais de 150 pessoas trabalharam na Casa dos Cantões, nessas organizações hoje dispersas em Berna e até em outras cidades.

Os custos

Além da reforma do prédio, a Casa dos Cantões vai custar 1,68 milhão de francos por ano de aluguel. Essas despesas já existem com os secretariados das conferências cantonais, dipersas em vários locais.

No total, com essas instâncias inter-cantonais, as despesas são de 20 milhões de francos por ano. Não é muito considerando que o orçamento global dos cantões é de aproximadamente 70 bilhões de francos anuais.

Comparativamente, o orçamento da Confederação (governo federal) é de 56 bilhões de francos.

swissinfo, Claudinê Gonçalves

A CDC

A Conferência dos Governos Cantonais foi criada em 1993. Ela incentiva a colaboração nas áreas de competência cantonal e nos assuntos federais de interesse dos cantões.

Ela garante a coordenação necessária, fornece informações e serve de elo entre a Confederação e os cantões nos assuntos importantes de política interna e externa.

Aqui termina o infobox


Links

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

×