Navigation

Catedral de Berna completa 600 anos

Este conteúdo foi publicado em 11. março 2021 - 16:00

A catedral de Berna faz aniversário: 600 anos! Durante muito o principal marco de turismo da capital suíça esteve coberto de andaimes. Sua restauração foi um trabalho de décadas, onde nenhum detalhe foi esquecido.

Quem já visita Berna acaba parando frente à essa imponente construção. A catedral foi construída há 600 anos e chegou o momento de fazer algumas renovações. Pedreiros, restauradores e arquitetosLink externo se juntaram para reparar e proteger os diferentes elementos arquitetônicos como suas torres e arcos. 

Annette Loeffel é uma dessas arquitetas. A suíça se lembra quando ainda era estagiária e o chefe contou que seriam necessários 80 anos para consertar tudo. Hoje os especialistas utilizam até laser para limpar os blocos em pedra sabão. 

"O laser chega a ser usado até para tirar ferrugem do casco dos navios de carga", explica LoeffelLink externo ao canal público de TV. "Obviamente não poderíamos estar usando a tecnologia da mesma forma nessas pedras delicadas. Por isso adaptamos seu uso às nossas necessidades".

A igreja foi inspirada em um dos prédios mais conhecidos do mundo: a catedral de Colônia, na Alemanha, a quinta igreja mais alta do mundo, classificada como patrimônio da humanidade em 1996.

A pedra fundamental da Catedral de Berna foi enterrada em 11 de março de 1421. Sua construção durou até 1575. Inicialmente o prédio tinha apenas 50 metros de altura. A torre da catedral só atingiu a altura recorde de 101 metros trezentos anos depois. Ela ainda é a catedral mais alta da Suíça. Por causa da pandemia, a celebração oficial dos 600 anos foi adiada para 2022Link externo

Os comentários do artigo foram desativados. Veja aqui uma visão geral dos debates em curso com os nossos jornalistas. Junte-se a nós!

Se quiser iniciar uma conversa sobre um tema abordado neste artigo ou se quiser comunicar erros factuais, envie-nos um e-mail para portuguese@swissinfo.ch.

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.