Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

Comissão aprova programa de armamento

186 novos tanques para o Exército

(Keystone)

Comissão de Política de Segurança do Senado (CPS) aprovou por ampla maioria "programa de armamento 2000". O programa inclui compra de 186 tanques suecos (foto) e 120 "veículos de exploração" para comandantes de tiro de artilharia.

Por sete votos contra 1, a Comissão de Política de Segurança do Senado (CPS) suíço endossou crédito de 1,178 bilhão de francos - quase 700 milhões de dólares - para a compra de novas armas para o Exército.

Está prevista aquisição de 186 tanques suecos para os granadeiros, arma destinada a substituir os M-113 comprados há 40 anos. Os novos tanques devem equipar 4 batalhões.

Parte do crédito deverá servir também para a compra de 120 veículos de exploração para comandantes de artilharia (Fr. 186 mio)e 12 sistemas ligeiros de desminagem (Fr. 22 mio).

Estas últimas aquisições não foram criticadas. Mas quanto à encomenda de 186 tanques suecos, o representante socialista na CPS (Michel Béguelin) queria remeter o projeto ao governo.

Seu argumento era de que se devia esperar clara definição da idéia "Exército XXI": tamanho das forças armadas, papel da neutralidade e do sistema de milícia existente na Suíça.

Dois terços dos suíços são pela existência do Exército. Mas desacordo entre o ministro da Defesa (Adolf Ogi) e o ministro da Economia (Pascal Couchepin) alimenta controvérsia sobre como reformar as forças armadas no país.

O ministro da Economia estima que um exército menor, como será o caso na Suíça, deva custar menos. O ministro da Defesa argumenta que o Exército deve ser moderno, tornando ilusório corte no orçamento do setor...

swissinfo com agências.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.