Navigation

Conferência sobre territórios ocupados será em Genebra

Israel teme ver sua política nos territórios der colocada no banco dos réus Keystone Archive

A aplicação do direito humanitário nos territórios palestinos será discutida dia 5 de dezembro, em Genebra, em conferência internacional organizada pela Suíça.

Este conteúdo foi publicado em 28. novembro 2001 - 11:26

A Suíça vai mesmo organizar a conferência sobre a aplicação da IV Convenção de Genebra nos territórios palestinos, ocupados por Israel desde 1967. Ela está marcada para 5 de dezembro.

Proteger a população civil

O anúncio oficial da conferência será feito na última hora mas o Ministério suíço das Relações Exteriores já convocou a imprensa para uma primeira coletiva, na próxima sexta-feira.

Mais de uma centena dos 189 países signatários das Convenções de Genebra, que servem de base para o direito humanitário, estarão presentes. Como depositária dessas Convenções, a Suíça foi incumbida pela ONU para realizar a conferência.

A IV Convenção em questão protege as populações civis em caso de conflito e de ocupação armada. Uma primeira tentativa foi feita em 15 de julho de 1999, mas resultou em fisco.

Evitar a politização do humanitário

Boicotada por 85 países, que protestavam contra o "uso político do direito humanitário, a conferência durou apenas 17 minutos. Outras negociações foram tentadas mas havia resistência de vários países, inclusive europeus.

Paradoxalmente, depois dos atentados de 11 de setembro e o bombardeio do Afeganistão, as posições evoluiram e a conferência voltou à ordem do dia. Israel se opõe. Os Estados Unidos ainda não confirmaram a participação mas também não vetaram a Conferência. Os países da União Européia confirmaram a participação.

A oposição mais forte continua sendo de Israel, que considera a conferência como "política". O Estado hebreu considera que a IV Convenção de Genebra não se aplica aos territórios palestinos. A proposta da Suíça de uma conferência a portas fechadas também teria o apôio da China e da Rússia.

swissinfo com agências

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Em conformidade com os padrões da JTI

Em conformidade com os padrões da JTI

Mostrar mais: Certificação JTI para a SWI swissinfo.ch

Os comentários do artigo foram desativados. Veja aqui uma visão geral dos debates em curso com os nossos jornalistas. Junte-se a nós!

Se quiser iniciar uma conversa sobre um tema abordado neste artigo ou se quiser comunicar erros factuais, envie-nos um e-mail para portuguese@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Modificar sua senha

Você quer realmente deletar seu perfil?