Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

Construção civil quer aposentadoria mais cedo

Trabalhadores desfilaram pelas ruas da capital de se reuniram em frente ao palácio do governo

(Keystone)

Cerca de 12 mil operários da construção civil vindos de toda a Suíça participaram de uma manifestação, sábado, em Berna. A principal reivindicação é a aposentaria aos 60 anos.

O trabalhadores da construção civil estão entre os mais organizados da Suíça. Seu sindicato (SIB) tem secções regionais em todo o país e afirma representar mais de 100 mil trabalhadores. Isso é considerável num país de pouco mais de 7 milhóes de habitantes.

60 anos e não 65

A manifestação de Berna foi uma demonstração de força, no momento em que o SIB e os empresários do setor (SSE) negociam uma nova convenção coletiva nacional de trabalho.

A atual é válida somente até o final deste mês e as negociações estão difíceis.
Vários ítens estão sendo negociados mas a principal reivindicação é a aposentadoria aos 60 anos, ao invés dos 65 válidos para os homens de todos as categorias profissionais, na Suíça.

Ameaça de greve geral

Os trabalhadores afirmam que as condições da construção civil são piores do que as dos demais setores e que, na situação atual, resta geralmente pouco tempo de vida saudável após a aposentadoria.

Durante a manifestação em Berna, os trabalhadores votaram o princípio de uma greve geral, coisa muito rara na Suíça, a partir de 3 de abril, se até lá as negociações não forem concluídas.

swissinfo com agências


Links

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

×