Navigation

Consumo de drogas diminui entre jovens suíços

Somente uma minoria de jovens suíços consome drogas ilegais. vario-images

Um estudo internacional mostra que diminuiu nos últimos quatro anos o consumo de maconha, cigarros e bebidas alcoólicas por suíços na faixa etária de 13 a 16 anos.

Este conteúdo foi publicado em 02. julho 2008 - 09:05

A Suíça participou pela segunda vez de uma pesquisa representativa feita em 40 países europeus. Nas escolas do país, 7,5 mil alunos das oitavas, nonas e décimas séries responderam anonimamente a um questionário.

Um estudo internacional mostra que diminuiu nos últimos quatro anos o consumo de maconha, cigarros e bebidas alcoólicas por suíços na faixa etária de 13 a 16 anos.

A Suíça participou pela segunda vez de uma pesquisa representativa feita em 43 países europeus. Nas escolas do país, 7,5 mil alunos das oitavas, nonas e décimas séries responderam anonimamente a um questionário.

A impressão de que os jovens hoje em dia consomem mais e mais substâncias que viciam engana. É o que conclui um estudo realizado em 2007 pelo Instituto Suíço de Prevenção ao Alcoolismo e a outras Toxicomanias (Ispa).

Os resultados mostram que os jovens suíços consomem menos álcool, tabaco e maconha. Em 2007, 14% dos rapazes e 8% das moças de 15 anos tinham problemas de alcoolismo (contra respectivamente 20% e 11% em 2003).

Mesmo assim, os números ainda são preocupantes, disse o coordenador do estudo, Gerhard Gmel. Como exemplos dos riscos que isso representa, ele citou brigas, acidentes, problemas com a polícia, relações sexuais sem preservativo e casos de emergência hospitalar por causa dos chamados "porres de coma".

"Mais de 60% dos rapazes e mais de 40% da moças que bebem excessivamente admitiram ter sofrido umas dessas conseqüências no ano anterior", disse Gmel. Segundo ele, 14% dos jovens com 15 anos regularmente tomam um "porre de coma" – também foram constados casos desse problema entre os que têm apenas 13 anos.

Preferência pela cerveja



Mais de 40% do consumo de álcool entre os rapazes de 15 anos vêm de beber cerveja – quase o mesmo índice é representado por alcopops e bebidas 100% alcoólicas. Entre as moças, alcopops, bebidas espirituosas e coquetéis feitos por conta própria representam a metade do consumo de álcool (apenas 25% bebem cerveja).

O Ispa parte do princípio de que a discussão sobre os chamados "porres de coma", ou seja, beber até cair, aumentou a conscientização sobre o problema número um entre os jovens – o alcoolismo. "A cerveja é barata demais", criticou o diretor do instituto, Michel Graf.

O consumo de tabaco caiu de 34% para 30% entre os jovens desde 2003. No entanto, os adolescentes experimentam o cigarro mais cedo – 38% dos que têm 13 anos disseram que já fumaram.

Cannabis

Segundo o Ispa, também a maconha perde atratividade entre os jovens suíços. Vinte por cento dos rapazes com 15 anos entrevistados haviam fumado cannabis sativa no mês anterior à pesquisa (em 2003 esse índice era de 23%). Entre as moças, esse percentual caiu de 17% para 13%.

O acesso à maconha acontece em geral através de amigos e conhecidos. Mais de um terço dos entrevistados disse que teve contato com essa droga em festas – em alguns casos, pediram para alguém a providenciar.

Somente uma minoria entre 1% a 3% dos jovens teria consumido pelo menos uma vez drogas ilegais, como cocaína, crack, heroína ou LSD. Esses índices são baixos, mas teriam aumentado em relação a 2003.

Além disso, quase 8% dos jovens com 15 anos teriam provado calmantes ou remédios soníferos – em 2003 eram pouco mais de 6%.

Segundo o Ispa, continua em aberto se os dados do estudo representam uma mudança de tendência ou se a evolução constatada também se mantém. Preços mais elevados para alcopos e cigarros, bem como o aumento da conscientização sobre o problema teria dado frutos.

O Ispa considera a evolução recente como positiva. Mas ela não deve camuflar o fato de que ainda há muitos jovens que bebem, fumam ou consomem maconha, disse o diretor do instituto, Michel Graf.

swissinfo com agências

Fatos

Em 2007, 14% dos rapazes e 8% das moças de 15 anos na Suíça tinham problemas de alcoolismo

14% dos jovens nessa idade tomam regularmente um "porres de coma"

Mais de 40% do consumo de álcool entre os rapazes de 15 anos vêm de beber cerveja

O consumo de cannabis por rapazes de 15 anos caiu de 23% para 20%

Entre as moças, esse percentual caiu de 17% para 13%.

End of insertion

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Em conformidade com os padrões da JTI

Em conformidade com os padrões da JTI

Mostrar mais: Certificação JTI para a SWI swissinfo.ch

Os comentários do artigo foram desativados. Veja aqui uma visão geral dos debates em curso com os nossos jornalistas. Junte-se a nós!

Se quiser iniciar uma conversa sobre um tema abordado neste artigo ou se quiser comunicar erros factuais, envie-nos um e-mail para portuguese@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Modificar sua senha

Você quer realmente deletar seu perfil?