Navigation

Contusão tira atacante suíço do Mundial

Streller não vai à Copa na África do Sul por causa de lesão muscular. Keystone

Para o centroavante suíço Marco Streller, a Copa 2010 acabou bem antes do apito inicial. Devido a uma distensão muscular sofrida durante o treino em Crans-Montana, nos Alpes, ele será substituído por Albert Bunjaku.

Este conteúdo foi publicado em 27. maio 2010 - 16:47

O anúncio foi feito nesta quinta-feira (27/5) pelo técnico Ottmar Hitzfeld, depois que exames médicos confirmaram a gravidade da lesão de Streller. É o terceiro grande torneio em que o atacante parece perseguido pelo azar.

Streller sofreu uma distensão muscular na coxa esquerda durante um treino 11 contra 11 na concentração da seleção suíça, na quarta-feira. No dia anterior, ele havia passado em todos os exames médicos sem qualquer restrição.

O atacante já teve problemas físicos na fase final do campeonato suíço, onde marcou 21 gols em 29 jogos pelo campeão FC Basileia. Na final contra o Young Boys de Berna (2 a 0), ficou no banco. "Ele se contundiu de novo na mesma coxa", disse o médico da seleção, Cuno Wetzel.

Bunjaku em vez de Ben Khalifa

O substituto de Streller para a Copa na África do Sul será Albert Bunjaku, de 26 anos, que marcou 40% dos gols (12 em 28 partidas) do Nürnberg, time da primeira divisão do futebol alemão, na última temporada.

Hitzfeld disse que optou por um jogador com rotina na Bundesliga. "Bunjaku pode jogar pelas pontas. Agora Derdiyok deverá jogar no centro, e Bunjaku avançar pelas pontas", explicou.

A outra alternativa do técnico teria sido o jovem Nassim Ben Khalifa, 18, atacante da seleção sub-21 e campeão mundial sub-17 no ano passado. Ele marcou oito gols pelo Grasshoppers de Zurique na Super Liga suíça e se transfere para o Wolfsburg (Alemanha) na próxima temporada.

"Ben Khailfa é um jogador diferente. Ele atua na área, como Marco. Ele fez alguns bons jogos pelo Grasshoppers, mas ainda não tem experiência internacional", justificou Hitzfeld. Bunjaku, nascido no Kosovo, estreou na seleção suíça em novembro passado, quando a equipe perdeu por 1 a 0 um amistoso contra a Noruega.

Streller e o azar nos grandes torneios

Visivelmente abatido, Streller disse que "é duro ter de renunciar a mais um grande torneio. Preciso de alguns dias para remoer isso. Minha carreira é cheia de altos e baixos. Eu gostaria de ter mostrado o verdadeiro Marco Streller à Suíça", disse.

Ele acrescentou que vai agora torcer pela seleção diante da TV. "O azar de um é a sorte do outro. Desejo tudo de bom a Albert Bunjaku. Ele é gente fina", disse Streller sobre seu substituto.

Streller parece ser perseguido pelo azar nos grandes torneios. Em 2004, não pôde participar da Eurocopa em Portugal porque quebrou uma perna no treino. Ficou sem jogar pela seleção até agosto de 2005.

Na Copa de 2006, desperdiçou o pênalti decisivo contra a Ucrânia, que eliminou a Suíça do torneio nas oitavas de final. Ele havia viajado à Alemanha como esperança suíça e voltou como bode expiatório.

Vaiado pela própria torcida em dois amistosos (contra a Holanda e Liechtenstein) antes da Eurocopa 2008, disputada na Suíça e na Áustria, anunciou que abandonaria a seleção depois do torneio. Foi chamado de "chorão".

Apenas 32 de 67 jogos possíveis

O então técnico Köbi Kuhn o escalou apenas para o primeiro jogo da Euro contra a República Tcheca. Depois disso, Streller ficou no banco com problemas nos adutores. Antes de ser operado, anunciou sua "renúncia da renúncia".

Há duas semanas, quando Ottmar Hitzfeld anunciou a lista dos convocados para Copa, ele disse que Marco Streller "voltou em grande forma após as lesões e que é um dos líderes da equipe." Ele acabava de ter sua melhor temporada no FC Basileia, com 30 gols em 41 jogos.

"Agora temos este choque, que Marco novamente está contundido. Isso é uma decepção para todos nós", disse Hitzfeld nesta quinta-feira. A estatística mostra como Streller tem sido castigado por contusões: em sete anos de seleção, disputou apenas 32 dos 67 jogos possíveis e marcou 11 gols.

Geraldo Hoffmann, swissinfo.ch (com agências)

Dois novos

Perfil do substituto do centroavante Marco Streller para o Mundial na África do Sul:

Albert Bunjaku
Idade: 26 anos
Clube: Nürnberg (GER)
Antes jogou pelo Schaffhausen (segunda divisão na Suíça), no Paderborn e Erfurt (clubes da segunda divisão do futebol alemão).
Posição: atacante
Jogos pela seleção: 2 (amistosos contra Noruega e Uruguai)
Gols: 0
Valor de mercado: 4.000.000 €

Antes da troca de Streller por Banjaku, o técnico suíço Ottmar Hitzfeld teve de substituir em 18/5 o lateral-esquerdo Christoph Spycher (também contundido) por Ludovic Magnin.

End of insertion

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Em conformidade com os padrões da JTI

Em conformidade com os padrões da JTI

Mostrar mais: Certificação JTI para a SWI swissinfo.ch

Os comentários do artigo foram desativados. Veja aqui uma visão geral dos debates em curso com os nossos jornalistas. Junte-se a nós!

Se quiser iniciar uma conversa sobre um tema abordado neste artigo ou se quiser comunicar erros factuais, envie-nos um e-mail para portuguese@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Modificar sua senha

Você quer realmente deletar seu perfil?