Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

Credit Suisse perde 13% em estréia em Wall Street

Wall Street, mais nervosa após o dia 11

(Keystone)

Credit Suisse entrou na Bolsa de Nova York, na terça-feira, 25/9. O título cotado inicialmente a US$ 32.92 fechou a 28, o que corresponde a perda aproximada de 13%. Segundo porta-voz do banco - o 2° maior da Suíça - o pouco interesse dos investidores explica-se pela conjuntura desfavorável, resultante dos atentados nos EUA.

Apesar de um conjuntura financeira difícil, depois do ocorrido dia 11 de setembro, Crédit Suisse (CS) manteve seu plano de ingressar em Wall Street. Outras empresas preferiram esperar dias melhores.

De olho no mercado

O objetivo do CS, segundo confirmou porta-voz da instituição, é reforçar a posição do banco nos Estados Unidos, mesmo com o risco de volatilidade em que preparativos de guerra são elementos desestabilizadores que alimentam o nervosismo dos investidores.

As ações do n° 2 suíço foram cotadas como American Depositary Shares. O título foi registrado como CSR.

Ações e títulos do Credit Suisse Group já eram negociadas nas praças financeiras de Zurique, Frankfurt e Tóquio. A estréia em Nova York não deu margem a comemoração, justamente em decorrência dos atentados.

Swissinfo


Links

×