Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

Crossair de vento em popa

A empresa aérea suíça Crossair, subisiária da Swissair, registrou aumento de 20 por cento no número de passageiros no primeiro trimestre. O faturamento aumentou 14, 6 por cento, mas os lucros diminuíram. A empresa espera muito do contrato com a EMBRAER.

Apesar de um desastre em janeiro, com a morte de 10 pessoas, os passageiros continuam confiando na Crossair, sediada em Basiléia. No primeiro trimestre 635.800 pessoas viajaram pela Crossair, ou seja 20 por cento a mais que no período anterior, quando foram 529.200.

Se o faturamento aumentou os lucros diminuíram, passando de 63 a 50 milhões em 1999. A empresa tem programa destinado a incrementar os lucros agora que renova sua frota, adquirindo 75 aparelhos fabricados pela Embraer, Empresa Brasileira de Aeronáutica.

Os primeiros aparelhos, jatos ERJ-170, foram apresentados ao público nesta quinta-feira, 6/4.

Lembremos que em junho de 99, a Crossair assinou um contrato com a Embraer para a compra de 75 aviões, com opção para a compra de outros 125 aparelhos. Foi o maior contrato até agora na aviação comercial regional, em que a Embraer ganhou a concorrência da empresa canadense Bombardier.·

A companhia aérea suíça vai colocar os aviões brasileiros em oito linhas regionais, a partir do aeroporto de Basiléia: para Copenhage e Manchester, a partir de agora, Birmingham e Valência, em maio, Oslo e Bordeaux, em julho e Málaga, em outubro.

swissinfo com agências.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.