Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

Festival de Cinema de Locarno Leopardo de Ouro para o catalão Albert Serra

Albert Serra, 38 anos, segura o principal prêmio do festival em Locarno.

(Festival de Cinema de Locarno)

O Leopardo de Ouro, o principal prêmio do 66° Festival Internacional de Cinema de Locarno, foi dado ao filme "História de minha morte" ("Historia de la meva mort"), realizado pelo catalão Albert Serra em uma produção franco-espanhola.

O filme de duas horas e meia de duração, no qual um grande número de pessoas do público abandonou a sala durante a projeção de gala, conta a história de um encontro entre Casanova e Drácula.

Prêmio para filme português

O documentário "E agora? Lembra-me", de Joaquim Pinto (ler artigo "Documentário português aborda questão da vida com HIV" abaixo), ganhou a segunda distinção mais importante, o prêmio especial do júri, e os prêmios da associação internacional de críticos de cinema e do júri jovem do festival.

O cineasta português, que vive há vinte anos com os vírus VIH e da hepatite C, afirmou que o documentário sobre a sua vida foi "muito bem recebido" em Locarno. "Tivemos projeções em salas de 1.200 lugares, praticamente cheias. No final, muitas pessoas do público em geral vieram falar comigo, muito comovidas, o que me leva a pensar que não fizemos um filme sobre um tema específico. No fundo, é uma carta escrita, para quem a quiser ler", declarou à agência Lusa.

Filmes premiados em Locarno

Leopardo de Ouro: "História de Minha Morte" ("Historia de la Meva Mort") realizado pelo catalão Albert Serra - Espanha/França

Prêmio especial do júri: "E agora? Lembra-me", de Joaquim Pinto – Portugal

Leopardo de melhor encenação: "Sangsoo Hong", de U ri sunhi (Our Sunhi) – Coréia do sul

Melhor ator: Fernando Bacilio, do filme "El Mudo", dos irmãos Daniel e Diego Vega – Peru/França/México

Melhor atriz: Brie Larson, do filme "Short Term 12", do cineasta Destin Cretton – Estados Unidos

Menção especial: "Short Term 12", de Destin Cretton (EUA) e "Tableau noir", de Yves Yersin (Suíça)

O juri também entregou o prêmio Pardino d'oro (Leopardinho de ouro) à Michele Pennetta pelo melhor curta-metragem suíço ('A Iucata).

O prêmio do público para o melhor filme apresentado na praça Piazza Grande foi dado ao filme "Gabrielle", da cineasta Louise Archambault (Canadá).

Neuer Inhalt

Horizontal Line


swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.