Navigation

Janela n°24: cantão de St. Gallen

Prya Ragu / Warner Music

Louvada pela BBC, pelo New York Times e pela TV5 Monde, Priya Ragu está a caminho de se tornar a nova estrela suíça prestes a conquistar o mundo.

Este conteúdo foi publicado em 24. dezembro 2020 - 09:00

Sua mais recente canção, Good Love 2.0, foi transmitida na BBC e é uma das favoritas do jornal New York Times. Para a TV5 Monde, Priya RaguLink externo é "a artista suíça a ser seguida de perto". E como se isso não fosse suficiente, a faixa aparece na trilha sonora da nova edição do videogame de futebol mais famoso do mundo, FIFA 2021.

E embora a artista tenha assinado um contrato com a "major" Warner na primavera, ela mantém seus pés no chão. Apesar de seu sucesso, ela ainda está trabalhando em tempo parcial como técnica aeronáutica em Zurique. "É o suíço em mim que me impede de me desprender completamente", confessou ela recentemente em uma entrevistaLink externo ao The Red Bulletin.

Nascida em St. Gallen em 1986, seus pais fugiram do Sri Lanka no início dos anos 80 para se refugiar na Suíça. Quando criança, seu pai havia formado uma banda que incluía música dos filmes em língua tamil de Kollywood (no norte da Índia é chamada Bollywood, no sul, Kollywood), na qual seu irmão tocava o teclado e ela cantava.

A música de Priya Ragu é, portanto, logicamente marcada por suas origens tamiles, mas também por sua paixão pelo R'n'B americano. Segundo a emissora pública de língua francesa RTSLink externo, "com raízes do Sri Lanka, numerosas viagens à Índia e uma vida passada na Suíça, ela injeta em suas canções, com pequenos toques e delicadeza, uma mistura de culturas em um estilo que oscila entre o R'n'B e a alma americana. E funciona"!

Vamos dançar? Aumente o volume e... feliz Natal a todos!

Conteúdo externo


A arte em todos os seus estados

Este ano, a SWI swissinfo.ch decidiu dedicar seu Calendário de Advento ao mundo da cultura - e à cultura suíça em particular. Concertos cancelados, museus fechados, apresentações proibidas - a crise do coronavírus atingiu duramente os artistas em todos os campos.

A fim de apoiá-los à nossa maneira e permitir que você descubra seus mundos encantados e variados, lhes convidamos a abrir uma nova janela a cada dia, que revelará uma personalidade particular. Alguns são mais populares do que outros, mas todos têm em comum que são contemporâneos e reconhecidos internacionalmente em sua arte.

Siga-nos durante o mês de dezembro e conheça aqui uma rapper do Valais, um dançarino da Basileia, um escritor da Thurgau (Turgóvia), um trompetista de Friburgo...

E é bom lembrar: nossa seleção não tem a intenção de apresentar "o melhor" da arte suíça. Nós simplesmente desejamos oferecer a você uma paleta o mais rica possível. E esteja à vontade para nos apresentar ou recomendar novos artistas de sua preferência.  👇

End of insertion


Participe da discussão

Partilhar este artigo

Modificar sua senha

Você quer realmente deletar seu perfil?