Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

Dúvidas da juventude

O jovem Vieira de Mello receava não achar trabalho na ONU.

Em carta escrita em Genebra, em 1969, e endereçada a uma ex-namorada suíça, Sérgio Vieira de Mello, achava que sua formação de filósofo fosse um obstáculo para encontrar trabalho nas Nações Unidas, em Genebra.

Esta carta – endereçada a uma colega de universidade em Friburgo, onde estudou um ano, de 1966 a 1967 – parece até piada para quem mais de 30 anos depois seria um candidato forte ao cargo de secretário geral da ONU.

Na carta ele escreve: “Estou novamente na Suíça (...). Minha situação se resume em poucas palavras: licenciado sem trabalho. Como dizia Hegel: “Tolera-se a filosofia como se toleram os bordéis”.

E prossegue: “Seja como for, espero ficar em Genebra por algum tempo (1 ano ou 2 se possível), ao mesmo tempo preparando o mestrado e o doutorado na Sorbonne”.

Na época, evidentemente, o jovem filósofo não podia imaginar a carreira brilhante que o esperava. E trabalhou nas Nações Unidas por mais de 30 anos !

J.Gabriel Barbosa

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

×