Polícia acaba com protesto contra isolamento em Berna

Manifestantes descontentes com as medidas de combate à Covid-19 se reuniram em frente ao prédio do Parlamento na capital suíça no sábado à tarde, antes da intervenção da polícia.

A praça pública em frente ao prédio do parlamento suíço foi palco de um protesto no sábado contra as medidas de isolamento do governo para combater a pandemia do coronavírus Keystone / Manuel Lopez

A polícia cantonal de Berna disse que pediu repetidamente aos manifestantes que deixassem a “Bundesplatz”, ameaçando até de levar o caso à justiça. Duas horas depois que as pessoas começaram a se reunir, a polícia finalmente recorreu à evacuação da praça. 

A polícia, que controlou várias dezenas de manifestantes, não disse quantas pessoas haviam protestado em desafio à Portaria Covid-19, que proíbe a concentração de mais de cinco pessoas, entre outras medidas destinadas a retardar a disseminação do coronavírus. O jornal local Berner Zeitung disse que havia cerca de 300 participantes.

A polícia está investigando o incidente.

Na sexta-feira, a polícia de Berna havia dispersado várias aglomerações, principalmente de pequenos grupos de jovens na região do centro antigo.

A polícia também interveio em Zurique para dispersar pequenos grupos de manifestantes do 1º de maio, embora um comício que contou com a presença de cerca de 400 pessoas na Basileia - o maior protesto do Dia dos Trabalhadores este ano no país- tenha sido tolerado pelas autoridades.


Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo