Dia Mundial da Limpeza revela face suja da Suíça

Um mergulhador tira uma cadeira do Lago de Genebra. Keystone

Mais de 1.000 voluntários recolheram cinco toneladas de lixo em toda a Suíça como parte do Dia Mundial da Limpeza.

Este conteúdo foi publicado em 23. setembro 2020 - 07:15
swissinfo.ch/fh

Internacionalmente, a Suíça tem a imagem de ser um país limpo - mas as aparências enganam, de acordo com a ONG Let's Do It. Segundo a ONG, o lixo custa aos contribuintes suíços cerca de CHF 200 milhões (US$ 220 milhões) por ano, e com 716 quilos por pessoa por ano, a Suíça está próxima do topo mundial na produção de lixo.

No sábado passado, a Suíça aderiu ao evento anual do Dia Mundial da Limpeza. As pessoas coletaram 5.262 kg de lixo em 41 operações de limpeza em lagos, costas, vilarejos, florestas, montanhas e cidades. O material foi documentado, classificado e descartado corretamente, explica a ONG. Em toda a Suíça, 1.114 kg de lixo foram reciclados.

Alguns dos lixos encontrados no Lago de Genebra ou perto dele. Keystone

O porta-voz da ONG, Fabio Gieriet, disse que a quantidade de resíduos perigosos coletados foi particularmente grande: 194.063 pontas de cigarro foram coletadas, conta, apontando que os componentes tóxicos de um único filtro de cigarro poderiam contaminar até 1.000 litros de água. Além disso, 515 máscaras de proteção haviam sido coletadas.

Lixo pandêmico

Uma consequência da pandemia de Covid-19 foi o fechamento de restaurantes e bares, o que levou a reuniões perto de lagos, incluindo o Lago de Genebra.

" Poderíamos dizer que houve muito lixo por causa da Covid", disse Patty Moll, presidente do evento anual Aqua Diving Clean-up no Lago de Genebra. Eles encontraram um total de 112 máscaras de rosto e muito mais talheres descartáveis do que o habitual.

O Dia Mundial da Limpeza começou em 2008 na Estônia e se desenvolveu em um movimento mundial. Este ano, os eventos de limpeza aconteceram em 180 países. Na Suíça, 1.347 voluntários participaram em 17 dos 26 cantões.

Os comentários do artigo foram desativados. Veja aqui uma visão geral dos debates em curso com os nossos jornalistas. Junte-se a nós!

Se quiser iniciar uma conversa sobre um tema abordado neste artigo ou se quiser comunicar erros factuais, envie-nos um e-mail para portuguese@swissinfo.ch.

Partilhar este artigo