Diretora do Festival de Locarno se demite por "diferenças estratégicas"

Lilli Hinstin dirigiu as edições de 2019 e 2020 do Festival de Cinema de Locarno. © Keystone / Christian Beutler

Lili Hinstin deixou o Festival de Cinema de Locarno - o evento cinematográfico mais prestigiado da Suíça - após dois anos como diretora artística do festival.

Este conteúdo foi publicado em 24. setembro 2020 - 16:21
Keystone-SDA/sb

"Tendo reconhecido suas opiniões estratégicas divergentes, o Festival de Cinema de Locarno e Lili Hinstin decidiram, por consentimento mútuo, seguir caminhos separados", disse uma declaração no site do festival, na quinta-feira.

O Festival em seguida elogia e agradece a Hinstin por seu 'trabalho intenso'. O Conselho do festival ainda vai se reunir para decidir sua substituição.

A francesa Hinstin trabalhou nas edições de 2019 e 2020, substituindo Carlo Chatrian, que partiu para dirigir a Berlinale (Festival de Cinema de Berlim).

Quando sua nomeação foi anunciada em agosto de 2018, Hinstin disse que tinha a honra de assumir as rédeas do festival de cinema que então contava já 74 anos, tendo se tornado uma "referência para os cinéfilos no mundo inteiro". Ela se comprometeu a colocar toda sua "experiência e paixão" no cargo.

Com 43 anos de idade, Hinstin foi a segunda mulher a liderar o festival, depois de Irene Bignardi.

Nascida em Paris em 1977, ela anteriormente dirigia sua própria produtora, bem como supervisionava as atividades relacionadas ao cinema da Academia Francesa em Roma. Ela também foi diretora artística adjunta do festival internacional de cinema Cinéma du Réel de Paris, de 2011 a 2013.

A edição de 2019 do festival de Locarno, que se concentrou em jovens cineastas e trabalhos experimentais de diretores experientes sem esquecer os conhecidos blockbusters, foi geralmente vista como um sucesso inequívoco. Cerca de 157.500 pessoas se deslocaram à cidade do sul da Suíça para o evento de 11 dias, um ligeiro aumento em relação à edição anterior.

Mas a Covid-19 colocou um amortecedor na edição de 2020, que foi híbrida, a maioria on-line, com apenas algumas exibições em três cinemas de Locarno, que juntos totalizaram este ano 5.950 entradas, enquanto a plataforma digital do festival registrou quase 320.000 visitantes.

Os comentários do artigo foram desativados. Veja aqui uma visão geral dos debates em curso com os nossos jornalistas. Junte-se a nós!

Se quiser iniciar uma conversa sobre um tema abordado neste artigo ou se quiser comunicar erros factuais, envie-nos um e-mail para portuguese@swissinfo.ch.

Partilhar este artigo