Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

Dois terços dos suíços contra adesão à UE

Suíços continuam rejeitando adesão à UE

(Keystone)

Parece que os suíços distinguem claramente os acordos bilaterais da adesão à União Européia. Apesar de terem aprovado os acordos econômicos por ampla maioria (67,2 p/cento), uma pesquisa divugada quinta-feira indica que dois terços rejeitam a adesão.

A pesquisa, encomendada pela revista "Hebdo" e pela Rádio suíça de língua francesa realizada pelo Instituto e realizada pelo Instituto MIS indica que somente 35,4 p/cento dos suíços aprovariam a adesão à União Européia. 61,8 p/cento votaria contra a adesão e 2,8 p/cento dos pesquisados estavam indecisos.

Em referendo popular no último final de semana, o eleitorado aprovou 7 acordos econômicos bilaterais que a Suíça negociou com a UE. No referendo, só dois estados rejeitaram os acordos, Tecino e Schwytz.

Contrariamente aos acordos bilaterias a pesquisa, feita depois do referendo, revela que as regiões continuam muito divididas na questão da adesão à UE. A adesão seria aprovada por 58,1 p/cento na Suíça de língua francesa e apesas 28,1 p/cento na Suíça de língua alemã.

A questão também é de atual porque uma Comissão da Câmara dos Deputados decidiu apoiar a iniciativa popular "sim à Europa", exigindo que a Suíça reative seu pedido de adesão à UE até 2003. O governo combate essa idéia e vai apresentar um contra-projeto prevendo que o pedido de adesão será feito "em momento oportuno".

swissinfo com agências

Neuer Inhalt

Horizontal Line


swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.