Navigation

Ecologia cria cada vez mais empregos

Ilustração swissinfo.ch

Mais de 50 mil empregos eram diretamente ligados à ecologia na Suíça, em 1998. Isso correspondente a 1,3 p/cento do total de empregos do país, o triplo de 1990. O faturamento também duplicou no mesmo período, segundo a Divisão Federal de Estatísticas.

Este conteúdo foi publicado em 22. dezembro 2000 - 16:00

Os negócios ligados à proteção do meio ambiente estão crescendo na Suíça. Em 8 anos (de 1990 a 1998), o faturamento dobrou chegando a 9,5 bilhões de francos suíços e o número de empregos triplicou para atingir 50 mil. Isso corresponde a 1,3 p/cento do total de empregos no país.

Os últimos dados disponíveis foram divulgados sexta-feira pela Divisão Federal de Estatística (OFS). Além do setor batizado de "eco-industrial", existem cerca de 13 mil empregos na agricultura biológica, 4 vezes mais do que em 1990.

Dos 50 mil empregos diretos, 15 mil estão ligados à gestão do lixo, tratamento de água poluída, reciclagem de materiais e comércio de lixo, principalmente nas grandes regiões urbanas.

Outros 35 mil empregos são ligados às preocupações ecológicas de setores tradicionais da economia como construção, fabricação de máquinas e serviços de engenharia.

A tendência, também verificada em outros países europeus, é mais forte na Suíça (1,3 dos empregos). A Suécia tem 1 p/cento dos empregos no setor, França, (0,9 p/cento), Portugal (0,5 p/cento) e Espanha (0,3 p/cento).

A OFS lembra que o setor eco-industrial compreende o conjunto de atividades econômicas (produtos e serviços) que contribuem a reduzir a poluição ou limitar o consumo de recursos naturais.

swissinfo com agências.

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Em conformidade com os padrões da JTI

Em conformidade com os padrões da JTI

Mostrar mais: Certificação JTI para a SWI swissinfo.ch

Os comentários do artigo foram desativados. Veja aqui uma visão geral dos debates em curso com os nossos jornalistas. Junte-se a nós!

Se quiser iniciar uma conversa sobre um tema abordado neste artigo ou se quiser comunicar erros factuais, envie-nos um e-mail para portuguese@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Modificar sua senha

Você quer realmente deletar seu perfil?