Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

Economia transpira saúde

O PIB vai crescer mais que previsto e atingir 2,4 por cento neste ano, estimam pesquisadores do Politécnico de Zurique. O presidente do Banco Nacional Suíço - nome do banco central - Hans Meier (foto) também está otimista "ma non troppo".

Especialistas do Centro de Pesquisas Conjunturais da Escola Politécnica Federal de Zurique concluem que o crescimento da economia suíça deve chegar a 2,4 por cento este ano e não a 1,7 por cento como previsto anteriormente.

Essa reavaliação "resulta essencialmente de forte aceleração do crescimento no segundo semestre de 1999, tendência que persistirá até meados deste ano".


Os especialistas explicam a evolução pelo aumento das exportações e dos investimentos. E em 2001 a alta do PIB seria de 2 por cento. Praticamente haveria então o pleno emprego.

O presidente do banco central suíço, Hans Meier, confirma as previsões de crescimento, mas adverte haver grandes riscos para a estabilidade econômica.

O desenvolvimento econômico equilibrado - ou seja crescimento com alta taxa de emprego - tem acontecido há vários anos. Isto se deveria aos esforços dos empresários suíços, ao crescimento internacional e a condições monetárias favoráveis.

Os perigos viriam de não ter em mente que as condições econômicas se desenvolvam em condições sociais "aceitáveis". Ele receia por exemplo que a queda do desemprego implique pressão sobre os salários.

swissinfo com agências.





Neuer Inhalt

Horizontal Line


swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.