Navigation

Sinos poderão continuar batendo à noite

Keystone/Ennio Leanza

O Tribunal Federal Suíço decidiu em favor de uma igreja perto de Zurique que quer continuar tocando seus sinos durante toda a noite. O veredito contradiz sentenças de instâncias inferiores favoráveis à queixa de um casal da cidade.

Este conteúdo foi publicado em 14. dezembro 2017 - 12:15

O caso poderá estabelecer um precedente para outros julgamentos do gênero na Suíça. O Tribunal Federal, a última instância do país, decidiu contra as recomendações do tribunal local de Wädenswil, que havia confirmado a queixa de dois residentes locais.

O casal apoiou a queixa em um estudo científico realizado pelo instituto federal de tecnologia ETH Zurich, que realizou um teste para mostrar que o barulho dos sinos atingia 48 decibéis quando as janelas estavam ligeiramente entreabertas. Níveis de 40-45 decibéis podem ser perturbadores, disse o estudo.

Os sinos das igrejas na Suíça costumam tocar a cada 15 minutos para dar as horas.

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.