Navigation

Farmacêutica chinesa compra fábrica suíça

A Bristol Myers Squibb emprega mais de 1.000 funcionários na Suíça em cinco locais. © Keystone / Laurent Gillieron

A empresa farmacêutica americana Bristol Myers Squibb está vendendo uma de suas instalações de produção de medicamentos suíços para a empresa chinesa WuXi STA.

Este conteúdo foi publicado em 03. fevereiro 2021 - 09:36
swissinfo.ch/mga

A fábrica localizada em Couvet, na Suíça francófona, emprega 100 funcionários que fabricam medicamentos em forma de cápsulas e comprimidos. Espera-se que ela passe para as mãos da WuXi por uma soma não revelada após a aprovação regulamentar no segundo trimestre deste ano. Couvet será o primeiro local europeu de produção de medicamentos para a farmacêutica chinesa, que adquiriu a empresa para impulsionar sua marca global.

Não há indicação, nesta fase, se a mudança de propriedade afetará os empregos nas instalações de produção.

A Bristol Myers Squibb emprega atualmente cerca de 1.220 pessoas em cinco locais na Suíça, incluindo Couvet. A empresa disse que estava comprometida em permanecer na Suíça apesar do negócio da WuXi.

"Este é um passo importante na contínua evolução de nossa rede de fabricação para apoiar nosso portfólio de produtos", declarou Lou Schmukler, executivo sênior da Bristol Myers Squibb.  "A Suíça continua sendo um local estratégico importante para a Bristol Myers Squibb, e esperamos manter uma forte presença na área de Neuchâtel".

Os comentários do artigo foram desativados. Veja aqui uma visão geral dos debates em curso com os nossos jornalistas. Junte-se a nós!

Se quiser iniciar uma conversa sobre um tema abordado neste artigo ou se quiser comunicar erros factuais, envie-nos um e-mail para portuguese@swissinfo.ch.

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.