Navigation

Exército suíço diminui seu contingente

Cerca de 7800 jovens, incluindo 145 mulheres, começaram nesta semana a "escola de recrutas" do exército suíço. Com a reforma das forças armadas, que entra em vigor em 2018, os contingentes foram reduzidos de 200.000 para 100.000 (para um efetivo real de 140.000). 67 casos foram "proibidos de convocação" pelo exército, que considerou que essas pessoas "representam um risco potencial para si ou para outras pessoas em torno delas", explicou o ministério da Defesa na segunda-feira (03). swissinfo.ch
Este conteúdo foi publicado em 04. julho 2017 - 11:12
swissinfo.ch/fh


Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.