Perspectivas suíças em 10 idiomas

França processa farmacêuticas suíças por injeção de colírio

Olho sendo operado
As duas drogas são usadas igualmente no tratamento de degeneração macular, que pode levar à cegueira Keystone/Jay

As empresas farmacêuticas Novartis e Roche foram multadas em 444 milhões de euros (CHF 481 milhões) pela autoridade francesa de concorrência por aplicarem práticas abusivas para promover a dispendiosa injeção ocular Lucentis sobre um medicamento mais barato.

As duas empresas farmacêuticas suíças abusaram de sua posição dominante para empurrar a Lucentis às custas do medicamento Avastin, anunciou a agência francesa na quarta-feira.

Ela acrescentou que a Novartis também foi punida por “exagerar injustificadamente” os riscos da Avastin.

A Novartis, que disse que apelaria, está enfrentando altos riscos para proteger as vendas da Lucentis na Europa, depois que a adoção de sua mais nova droga para os olhos, Beovu, foi retardada por questões de segurança.

A Novartis deve pagar 385 milhões de euros e a Roche cerca de 60 milhões de euros, de acordo com a decisão.

A Roche e a Novartis são parceiras na Lucentis, sendo que a Roche a vende nos Estados Unidos e a Novartis a vende na Europa.

Batalha em curso

As multas são o mais recente desdobramento em uma batalha entre os fabricantes de medicamentos e países onde alguns médicos optaram pela Avastin mais barata da Roche em substituição à dispendiosa Lucentis, para tratar pacientes com degeneração macular causada pela idade (AMD, nas iniciais em inglês).

A Lucentis foi desenvolvida para a AMD, mas funciona como o medicamento contra o câncer Avastin, inibindo o crescimento dos vasos sanguíneos. A Avastin é usada “fora da bula” (ou off-labelLink externo , no jargão) para tratar a AMD.

A autoridade francesa disse que a Lucentis, injetada aproximadamente uma vez por mês, custa 1.161 euros por injeção, enquanto que a Avastin custa de 30 a 40 euros por injeção.

Disputas semelhantes têm surgido em outros lugares. Em 2018, a Novartis e a Roche perderam um processo na Grã-Bretanha para impedir que os médicos fizessem da Avastin a opção preferida para a AMD.

A RocheLink externo disse que estava decepcionada e que “avaliaria” a situação.

A NovartisLink externo declarou que uma regra francesa que permite o uso de medicamentos não rotulados em doenças com tratamentos aprovados ameaça o sistema de garantir medicamentos seguros e eficazes.

“Esta decisão se baseia em uma interpretação equivocada dos fatos e uma distorção da jurisprudência anterior”, disse a Novartis.

swissinfo.ch/ets

Notícias

Imagem

Mostrar mais

Mercado brasileiro de café atrai Nestlé

Este conteúdo foi publicado em Por meio de sua marca Nescafé, a empresa está focando especialmente nas necessidades e desejos do mercado jovem.

ler mais Mercado brasileiro de café atrai Nestlé
Imagem

Mostrar mais

FIFA abre portas para sair da Suíça

Este conteúdo foi publicado em A entidade máxima do futebol internacional lançou as bases formais para uma saída teórica de sua sede em Zurique.

ler mais FIFA abre portas para sair da Suíça
Imagem

Mostrar mais

Suíça introduz banco de dados para passageiros aéreos

Este conteúdo foi publicado em A Suíça planeja introduzir um banco de dados para os passageiros de voos para coletar e processar dados pessoais em uma tentativa de combater o terrorismo e crimes graves.

ler mais Suíça introduz banco de dados para passageiros aéreos
Imagem

Mostrar mais

Gel suíço pode curar embriaguez

Este conteúdo foi publicado em Um gel recém-desenvolvido composto de proteínas de soro de leite decompõe o álcool no corpo e pode reduzir seus efeitos nocivos e intoxicantes em humanos.

ler mais Gel suíço pode curar embriaguez
bondinho

Mostrar mais

Bondinhos suíços bombaram no inverno 2023-2024

Este conteúdo foi publicado em Na temporada de inverno até o final de abril de 2024, as operadoras de bondinhos e teleféricos transportaram 3% mais visitantes em comparação com o inverno anterior e 5% a mais do que a média de cinco anos.

ler mais Bondinhos suíços bombaram no inverno 2023-2024
rio

Mostrar mais

Suíça investirá 1 bi para evitar enchentes no Reno

Este conteúdo foi publicado em Como parte de um acordo internacional com a Áustria, o governo suíço quer investir CHF 1 bilhão (US$ 1,1 bilhão) em medidas de proteção contra enchentes ao longo do Reno nas próximas três décadas.

ler mais Suíça investirá 1 bi para evitar enchentes no Reno

Certificação JTI para a SWI swissinfo.ch

Mostrar mais: Certificação JTI para a SWI swissinfo.ch

Veja aqui uma visão geral dos debates em curso com os nossos jornalistas. Junte-se a nós!

Se quiser iniciar uma conversa sobre um tema abordado neste artigo ou se quiser comunicar erros factuais, envie-nos um e-mail para portuguese@swissinfo.ch.

SWI swissinfo.ch - sucursal da sociedade suíça de radiodifusão SRG SSR

SWI swissinfo.ch - sucursal da sociedade suíça de radiodifusão SRG SSR