Institutos de tecnologia suíços ficam entre melhores do mundo

A ETH Zürich é a mais alta das dez universidades suíças que aparecem no ranking mundial da QS deste ano © Keystone / Walter Bieri

A ETH Zürich teve a maior pontuação entre as instituições da Europa continental, mantendo o 6º lugar no ranking Quacquarelli Symonds (QS) de 2021, publicado na quarta-feira.

swissinfo.ch/fh

A Escola Politécnica Federal de Lausanne (EFPL) subiu quatro posições e chegou ao 14º lugar no que a QS considera o ranking universitário mais lido do mundo. As universidades americanas ocuparam os quatro primeiros lugares, com o quinto lugar indo para a Universidade de Oxford.

No total, dez universidades suíças ficaram entre as 1.000 melhores. Algumas melhoraram em relação ao ranking do ano anterior: a Universidade de Zurique subiu sete posições para o 69º lugar, a Universidade de Genebra ficou em 106º posição, Berna 114º e Basileia 149º.

A Università della Svizzera Italiana fez sua primeira aparição no ranking da QS, aparecendo no 273º lugar.

As instituições suíças de ensino superior compõem um dos melhores sistemas de pesquisa do mundo, de acordo com a QS, que observa a atratividade do país para os melhores estudantes e professores de todo o mundo.

A QS publicou pela primeira vez o seu ranking universitário em 2004. Juntamente com os rankings do Times Higher Education and Shanghai, é um dos mais citados indicadores de qualidade universitária.

Partilhar este artigo