Navigation

Violinista suíça ganha Grammy Award

Uma honra para a violinista bernesa Patricia Kopatchinskaja Keystone

A violinista bernesa de origem moldava Patricia Kopatchinskaja ganhou no domingo à noite um Grammy Award. Ela foi recompensada por seu álbum "Death and the Maiden" gravado com a Orquestra de Câmara de Saint Paul, nos Estados Unidos.

Este conteúdo foi publicado em 30. janeiro 2018 - 10:30

A intérprete suíça foi premiada na categoria reservada para a música de câmara e pequenos ensembles. O prêmio foi anunciado no site dos Grammys algumas horas antes do início da noite de gala em Nova York.

Conteúdo externo

Patricia Kopatchinskaja, née en 1977 en Moldavie et venue à Berne à 21 ans, avait déjà gagné le Grand prix suisse de musique en septembre dernier.

Quarto Grammy para a Suíça

Por sua vez, o gaitista genebrino Grégoire Maret voltou de mãos vazias da cerimônia de Nova York. Ele foi nomeado como solista convidado pelo músico de jazz americano Chuck Owen e pela banda "The Jazz Surge" em quatro categorias.

Conteúdo externo

Até agora, a Suíça havia ganhado três prêmios, um com o harpista "new age" Andreas Vollenweider, em 1987, os outros dois com o músico e etnomusicólogo Marcel Cellier, em 1990, e o produtor Al Walser há dois anos.

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.