Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

Nestlé investe em Portugal em meio à crise

A Nestlé em Portugal ocupava até o final de 2010 cerca de 1750 funcionários.

(swissinfo.ch)

Palavras como insolvência e demissões ouvem-se quase todos os dias em Portugal. Vivem-se tempos de crise num país onde já faliram quatro mil empresas este ano.

Mas da Suíça chegou uma boa notícia: a Nestlé vai investir dois milhões de euros na fábrica de Avanca, no município de Estarreja (norte de Portugal).

Com este investimento, a unidade portuguesa vai passar a produzir o "Nesquik", um produto que era até agora um exclusivo da fábrica francesa de Itancourt. O know-how e a localização do centro de produção de Avanca levaram a multinacional suíça a atribuir a parte da produção comercializada na Península Ibérica à unidade fabril do distrito de Aveiro.  

Os dois milhões de euros vão permitir a modernização e o aumento da capacidade de produção da fábrica de Avanca em 14%, para 34 300 toneladas. "No contexto actual é um investimento importante e vem acentuar, inclusivamente, a vocação exportadora desta unidade. Uma parcela significativa destina-se à exportação, com as mais-valias inerentes para o nosso país", afirma a diretora da fábrica, Deolinda Nunes. A gestora sublinha ainda que "havendo equipamento mais moderno, com uma maior capacidade de produção, o futuro da organização é mais risonho."

A parte do Nesquik destinada a ser comercializada em Portugal e Espanha e que era até aqui produzida em Itancourt, França, vai passar a ser fabricada na unidade gerida por Deolinda Nunes. A diretora explica que a Nestlé "optou por investir em Avanca, mas que não há uma perda para a fábrica francesa, que tem os seus volumes assegurados", já que se trata de "uma categoria de produtos que está em crescimento na Europa". 

António Carvalho, do Gabinete de Comunicação da Nestlé Portugal, justificou a escolha de Avanca, em detrimento de Itancourt, com "o know-how e a massa crítica" da unidade portuguesa, bem como a sua localização privilegiada para abastecer o mercado ibérico. Quanto à possibilidade de o investimento se traduzir na criação de postos de trabalho, Carvalho diz que é uma questão que ainda está a ser avaliada.

Trabalhadores satisfeitos com o investimento 

A swissinfo.ch falou com alguns dos cerca de 300 trabalhadores da Nestlé em Avanca, os quais se mostraram satisfeitos com o investimento. Ricardo Melo teve conhecimento da "boa notícia" de que iam fabricar um novo produto e de que ia ser instalada a linha de enchimento através do chefe.

O seu colega Manuel Rodrigues, que trabalha há 25 anos na manutenção, também recebeu a notícia "com muita satisfação". "É bom para Avanca, para Portugal e para a Nestlé. Com a situação que vivemos hoje em dia, tudo o que venha para Portugal, inclusive para a Nestlé, é ótimo, porque é um sinal muito positivo de que a fábrica está bem", frisa.

Uma boa notícia para o concelho 

A Câmara Municipal de Estarreja também saúda a notícia de que o grupo suíço vai investir dois milhões de euros na fábrica, onde a Nestlé começou em Portugal.

"Obviamente, nós ficamos sempre satisfeitos quando vemos empresários, no caso a Nestlé, com a sua dimensão internacional, a continuar a acreditar no nosso município e a consolidar a sua fábrica de Avanca", sublinha o presidente do município, José Eduardo de Matos.

"Num momento em que Portugal vive um momento de crise, de recessão, os sinais positivos dão-nos a todos uma maior auto-estima e estimulam-nos a continuar", vinca Eduardo de Matos.  

Resultados em 2010

O volume de negócios da Nestlé Portugal foi de 601 milhões de euros em 2010. No primeiro semestre deste ano, a empresa atingiu metade deste valor, o que António Carvalho diz "não se poder considerar preocupante", uma vez que "o último trimestre é o mais relevante."

A fábrica de Avanca produz uma gama diversificada de produtos, que inclui farinhas infantis, cereais, bebidas solúveis à base de cereais e leite em pó destinado às máquinas de vending.

Aqui termina o infobox

swissinfo.ch


Links

Neuer Inhalt

Horizontal Line


swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.