Navigation

Previsão anual suíça prevê crescimento econômico sustentado

A economia mundial em expansão, combinada com taxas de câmbio favoráveis, está aumentando a demanda para o crescimento suíço Keystone

A Secretaria de Estado para Assuntos Econômicos (SECO) diz que a Suíça está passando por um "crescimento cada vez mais amplo", prevendo que a economia do país continuará a crescer 2,4% em 2018.

Este conteúdo foi publicado em 19. junho 2018 - 09:19

As estatísticas especializadas do governo federal publicadas na terça-feira (19) indicam que a tendência positiva se aplicava à economia suíça tanto em nível doméstico quanto internacional.

A economia mundial em expansão, combinada com taxas de câmbio favoráveis, está aumentando a demanda para o crescimento da Suíça e as empresas podem “olhar para o futuro com confiança”.

No âmbito doméstico, o órgão atribui o crescimento estável à recuperação do mercado de trabalho e ao fortalecimento da indústria de serviços.

+ sobre a política da Suíça por trás de sua alta competitividade

Para 2019, a SECO prevê que o crescimento da economia suíça cairá para 2%, em grande parte porque a economia global deverá perder força após um período sustentado de forte crescimento.

Riscos

Apesar da perspectiva otimista, a SECO também escreveu que certos “riscos econômicos globais” aumentaram desde a publicação da última previsão.

Os especialistas destacaram, em particular, a atual disputa entre os EUA e seus principais parceiros comerciais, que "subiu para novos patamares".

Outro fator de risco identificado pelo relatório foi o aprofundamento da incerteza política na Itália, que poderia ter um efeito cascata no mercado financeiro e poderia criar “uma considerável pressão de alta” para o franco suíço.

A secretaria concluiu que ajustes para a previsão deste ano ainda são possíveis, com a economia suíça apresentando desempenho pior ou melhor do que o atualmente previsto.


Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.