Navigation

Suíça precisa de mais policiais

A Suíça deveria recrutar mais 2 mil policiais e criar uma reserva policial nacional, de acordo com Pierre Maudet, que dirige a conferência dos departamentos de justiça e polícia cantonais.

Este conteúdo foi publicado em 30. abril 2018 - 11:00
A polícia suíça muitas vezes é levada aos seus limites, segundo o secretário de segurança de Genebra, Pierre Maudet Keystone

A medida seria necessária por causa do “cibercrime” e a segurança de grandes eventos como o Fórum Econômico Mundial (WEF), disse o secretário estadual de segurança de Genebra em entrevista ao jornal suíço NZZ am Sonntag.

+ sobre o número de policiais na Suíça

Maudet diz que a Suíça tem menos policiais per capita do que a maioria dos países europeus. Na Europa, segundo ele, a média é de um policial para cada 277 membros da população, mas na Suíça a proporção é de apenas um para cada 455. Isso significa que o número de policiais deve ser aumentado em 10% a 15% - em outras palavras, cerca de 2.000 - que poderiam ser implementados de acordo com as necessidades, propõe.

Os cantões (estados) já atingiram seu limite, mesmo no caso de um grande evento planejado com antecedência, diz Maudet. Se houvesse uma força de reserva nacional, policiais adicionais poderiam ser empregados em emergências, argumentou.

Maudet aponta os ataques cibernéticos, o terrorismo e o crime organizado como as maiores ameaças, acrescentando que a Suíça precisa se modernizar no combate ao cibercrime.

Maudet, 40 anos, assumiu a presidência da conferência dos departamentos de justiça e polícia cantonais em abril.

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.