Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

EFTA debate cooperação com países do Leste.

Kjartan Johannsson, secretário geral da EFTA e Jean-Pascal Delamuraz (dir.) por ocasião dos 40 anos da EFTA, em Genebra, maio 2000.

(Keystone)

Representantes dos 4 países da EFTA - Associação Européia de Livre Comércio - reunidos em Zurique, debatem cooperação com ex-países do bloco comunista. A delegação suíça é chefiada pelo ministro da Economia, Jean-Pascal Delamuraz.

Os 4 países da Associação Européia de Livre Comércio - Islândia, Noruega, Suíça e o Principado de Lichtenstein - procuram aliviar taxas alfandegárias com três países do Leste Europeu: Ucrânia, Croácia e Macedônia.

Concluindo acordos com novos países reforça sua posição. Já realizou 14 até hoje com países fora da União Européia. Mas não conseguiu acertar um acordo de livre comércio com o Canadá. As negociações bilaterais marcam passo.

Mas atualmente estuda prioridades de negociações, em particular com Ásia e América Latina.

A EFTA ainda representa pouco mais de 2 por cento do comércio mundial, tendo se enfraquecido com a saída de membros que aderiram à União Européia (Áustria, Dinamarca, Finlândia, Grã-Bretanha, Portugal e Suécia...). Representa porém papel importante em setores como produtos químicos, serviços financeiros, estaleiros e pesca.

Sediada em Genebra, a organização foi criada em 1960 como contrapeso à União Européia. HOje é peso pluma ao lado do bloco dos 15 países da UE.

swissinfo com agências.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.