Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

Empresa suíça comercializa petróleo angolano

A Crossoil conseguiu entrar no mercado angolano

(Keystone Archive)

Ao lado das gigantes multinacionais, uma pequena empresa de Genebra compra e revende petróleo de Angola.

A Crossoil compra e revende 6 a 7 carregamentos de petróleo angolano por ano. Recentemente, uma publicação especiliazada (Africa Energy Intelligence), editada em Paris qualificou-a de "misterioso gabinete Crossoil".

Como uma pequena empresa consegue estar presente num mercado dominado pelas multinacionais?

Financiar infra-estruturas

"Esse país às vezes gosta de ameaçar as grandes companhias como Shell ou BP que são muito audaciosas", responde Marc Bétemps, vice-presidente da Crossoil.

Ele explica também que, para ajudar a financiar certas infra-estruturas como navios e aviões, a estatal angolana do petróleo Sonangol trabalha com empresas menores.

Angola ainda é um modesto produtor com cerca de 40 milhões de toneladas por ano. Mas as descobertas recentes de reservas "off shore" dão novas perspectivas ao país.

swissinfo

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

×