Navigation

Empresa suíça de logística vai distribuir vacina Moderna para o mundo inteiro

A vacina Moderna deve ser mantida à temperatura de -20°C. Copyright 2021 The Associated Press. All Rights Reserved

A empresa suíça Kühne+Nagel concluiu um acordo de distribuição e armazenamento da vacina contra a Covid-19 desenvolvida pela empresa americana de biotecnologia. 

Este conteúdo foi publicado em 07. janeiro 2021 - 16:20
swissinfo.ch/fh

Na quinta-feira, a Kühne+Nagel anunciou que garantirá a distribuição mundial das doses da vacina Moderna a partir de locais de produção sediados na Europa. Isto inclui a distribuição para mercados na Europa, Ásia, Oriente Médio e África, assim como partes das Américas. 

"A Kuehne+Nagel utilizará sua rede de mais de 230 operações em todo o mundo para distribuir a vacina via rodoviária e aérea. Somente na Europa, a empresa opera sua própria frota de mais de 200 veículos dedicados ao transporte farmacêutico. Em todas as etapas de transporte e armazenamento, a integridade do produto à temperatura requerida de -20°C será mantida", disse a empresa na quinta-feira. 

Os termos financeiros do acordo não foram divulgados. 

Participação da Suíça 

A Moderna fez bom uso do know-how suíço para ajudar a fabricar e distribuir sua vacina. Quickstat, a filial logística de testes clínicos da Kühne+Nagel, já fez parte da cadeia de fornecimento da vacina Moderna, tendo apoiado a logística de fornecimento para os testes clínicos das Fases II e III nos EUA. 

A empresa farmacêutica suíça Lonza produzirá a vacina Moderna na Suíça para mercados fora dos EUA. Ela está construindo três linhas de produção de vacinas na cidade suíça ocidental de Visp a um custo de 210 milhões de dólares (CHF191 milhões) para fornecer 300 milhões de doses anuais para o resto do mundo. Em paralelo, novas linhas de produção nas instalações da Lonza em Portsmouth, New Hampshire, começarão a produzir ingredientes de vacinas exclusivamente para os EUA. 

Na quarta-feira, a União Europeia concedeu uma aprovação condicional para a vacina Moderna. Entretanto, a agência reguladora médica suíça ainda não lhe deu luz verde, apesar da nação alpina ter sido uma das primeiras compradoras. A Suíça receberá 4,5 milhões de doses da vacina, o suficiente para vacinar 2,25 milhões de pessoas se, como esperado, duas doses forem necessárias por pessoa. 

Os comentários do artigo foram desativados. Veja aqui uma visão geral dos debates em curso com os nossos jornalistas. Junte-se a nós!

Se quiser iniciar uma conversa sobre um tema abordado neste artigo ou se quiser comunicar erros factuais, envie-nos um e-mail para portuguese@swissinfo.ch.

Partilhar este artigo