Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Echeverría se posicionou com seu skate entre uma mulher e os agressores

(afp_tickers)

O corpo de Ignacio Echeverría, o espanhol assassinado há uma semana nos atentados de Londres, chegou neste sábado a uma base aérea perto de de Madri, onde foi recebido pelo chefe de governo, Mariano Rajoy, informaram fontes oficiais à AFP.

O avião militar, procedente de Londres, aterrizou à tarde na base de Torrejón de Ardoz, leste da capital espanhola. Ali, Rajoy recebeu os familiares do rapaz, que no domingo será enterrado na localidade madrilenha de Las Rozas.

Rajoy entregou aos parentes a Grande Cruz do Mérito Civil que o governo outorgou na sexta-feira postumamente a Javier Echeverría, por seu comportamento "heroico" e "exemplar".

Echeverría, um madrilenho de 39 anos que trabalhava no banco HSBC em Londres, morreu depois de defender com seu skate uma mulher dos agressores.

Ele morreu com uma punhalada nas costas, segundo consta em uma ata emitida no Reino Unido, informou à AFP uma fonte do ministério espanhol de Assuntos Exteriores.

Echeverría foi uma das oito vítimas fatais dos atentados do sábado, 3 de junho, e a última a ser identificada.

AFP