Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

Federer derrota Nadal e conquista torneio de Madri

Federer volta a vencer contra seu arquirrival Nadal.

(Keystone)

O tenista suíço Roger Federer derrotou o espanhol Rafael Nadal, neste domingo, por 2 sets a 0 (parciais de 6/4 e 6/4) e conquistou o torneio Masters 1000 de Madri, do circuito de saibro da ATP.

Foi o primeiro título do suíço em 2009 – o 58° de sua carreira. No vigésimo confronto com Nadal, Federar obteve sua sétima vitória e mostrou que está de volta.

Federer, que já havia se tornado "freguês" de Nadal, encerrou sua fase de mais de meio ano sem títulos justamente contra o espanhol número 1 do ranking da Associação de Tenistas Profissionais (ATP).

O suíço esteve melhor, sobretudo, nos breaks, o contrário do que normalmente vinha acontecendo nos duelos entre os dois melhores jogadores de tênis do mundo na atualidade.

O primeiro break decisivo foi para Federer no nono game do primeiro set, que ele, na sequência, concluiu a zero, fechando o placar de 6 a 4. No segundo set, ele obteve o break já no quinto game e repetiu o resultado do primeiro.

Pela primeira vez desde a derrota "traumática" para Nadal no Aberto da Austrália, em fevereiro passado, quando chorou de tristeza durante a premiação pelo segundo lugar, Federer desta vez tinha motivos para festejar após 88 minutos de jogo.

A vitória não poderia ter vindo em momento melhor: contra seu adversário mais temido, contra seu arquirrival Nadal, que se encontra em forma esplêndida e há semanas coleciona todos os títulos possíveis – e ainda por cima numa quadra de saibro, em Madri. Nesse tipo de quadra, foi apenas a segunda vitória de Federer contra Nadal em onze confrontos.

"Essa vitória foi muito importante para mim. Estou muito satisfeito com minha melhora após Monte Carlo, Roma e agora aqui. Tenho de procurar marcar pontos contra os melhores. Isso eu fiz a semana inteira. Espero manter isso também para o French Open", disse Federer à emissora de televisão pública suíça SF.

De olho em Roland Garros

Sem conquistar título desde outubro de 2008, Roger Federer escreveu um grande ponto de exclamação na areia de Madri e calou seus críticos, que já prenunciavam o fim de sua impressionante carreira.

Com extrema frieza, ele derrotou Nadal e rompeu, ao mesmo tempo, a incrível série de 33 vitórias consecutivas do espanhol em quadras de areia.

O triunfo de Roger Federer também pode ser atribuído em parte à semifinal entre Nadal e Novak Djokovic no sábado, que durou mais de quatro horas. Cansado, o espanhol não conseguiu impor o seu jogo.

Nadal não tinha sofrido nenhuma derrota na atual temporada no saibro. Ganhou em Monte Carlo, Barcelona e Roma. Já Federer, que não vencia o espanhol desde 2007 (foram cinco derrotas em dois anos), ganhou o seu primeiro título do ano.

Vice-campeão nos últimos três French Open, Federer se abasteceu em Madri com uma boa dose de confiança para conquistar o único torneio Grand Slam que ainda falta em sua coleção – o Aberto de Roland Garros.

A vitória de Federer neste domingo naturalmente aumenta o suspense a uma semana do Roland Garros. "Há coisas que tenho que ajustar porque ainda não mostrei todas as minhas cartas. Quero voltar a ser o número um, o resto me importa menos", disse há poucos dias.

Geraldo Hoffmann, swissinfo.ch

Federer 2007-09

2007

Torneios disputados: 6
Torneios ganhos: 2 (Aberto da Austrália, Dubai)
Finais perdidas: 1 (ATP MS Monte Carlo)

2008

Torneios disputados: 7
Torneos ganhos: 1 (Estoril)
Finais perdidas: 1 (ATP MS Monte Carlo)

2009

Torneios disputados: 7
Torneos ganhos: 1 (ATP MS Madri)
Finais perdidas: 1 (Aberto da Austrália)

Aqui termina o infobox

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

×

Destaque