Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

Festival Midia Norte-Sul mostra uma África amordaçada

Começou em Genebra o 16° Festival Mídias Norte-Sul - evento anual destinado a debates no setor e em particular a revelar aos países industrializados a visão as mídias dos países emergentes têm do mundo.

Já antes da abertura oficial deste festival 2000, foram realizados no fim de debates sobre cartas redacionais e sobre situações de desinformação. O "Prêmio Imprensa e Democracia para a África" deste ano foi para o bimensual gabonês, "Misamu" (As Notícias).

A história de "Misamu" e de seu redador-chefe, Noël Ngwa Nguema (foto) está intimamente ligada à reconquista da liberdade e da democracia no Gabão, depois de 3 décadas de regime único.

Quanto ao colóquio consagrado a problemas de desinformação, ele foi ocasião para aplaudir a recente vitória da democracia no Senegal.

Os organizadores do Festival Média Norte-Sul de Genebra constaram com pesar a ausência de três jornalistas convidados:

- Taoufik Ben Brik, da Tunísia, correspondente de várias mídias estrangeiras mas perseguido pelas autoridades argelinas.

- John-Bosco Adotevi, redator-chefe do jornal togolês "Motion d'Information". Em três meses ele não conseguiu renovar documentos de viagem.

- Habib Mahfoudh, da Mauritânia, representante da redação do jornal "Calame", regulamente censurado. Sua ausência continua ainda inexplicada porque ele já dispunha de um passagem de avião para vir a Genebra...

J.Gabriel Barbosa / Bernard Weissbrodt

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.