Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

Fifa faz inspeção no Brasil para Copa de 2014

Imagem simulada em computador do novo estádio do Maracanã na Copa de 2014.

(Keystone)

O Brasil foi objeto na semana passada de uma inspeção oficial realizada por um comitê de especialistas constituído pela Fifa.

O grupo formado por cinco dirigentes da entidade conheceu pessoalmente a realidade de cinco cidades e analisou as propostas de outras 13 cidades candidatas a sediar os jogos da Copa do Mundo.

O sonho brasileiro de receber a Copa do Mundo de futebol em 2014 está cada vez mais próximo de se tornar realidade. Único país a pleitear a organização do evento, o Brasil foi objeto na semana passada de uma inspeção oficial realizada por um comitê de especialistas constituído pela Fifa. O grupo formado por cinco dirigentes da entidade, entre eles o suíço Walter Gagg, passou nove dias no Brasil, conheceu pessoalmente a realidade de cinco cidades e analisou durante uma conferência as propostas de outras 13 cidades candidatas a sediar os jogos da mais popular competição esportiva do planeta.

O ritmo da visita do Comitê de Inspeção enviado pela Fifa foi intenso. O grupo chegou ao Rio de Janeiro no dia 23 de agosto, uma quinta-feira, e passou o fim-de-semana seguinte reunido em um hotel para analisar as sucessivas apresentações em vídeo feitas pelas cidades de Fortaleza (Ceará), Recife (Pernambuco), Salvador (Bahia), Maceió (Alagoas), Natal (Rio Grande do Norte), Florianópolis (Santa Catarina), Curitiba (Paraná), Cuiabá (Mato Grosso), Campo Grande (Mato Grosso do Sul), Goiânia (Goiás), Manaus (Amazonas), Rio Branco (Acre) e Belém (Pará).

Na segunda-feira (27), o comitê iniciou um périplo, de uma cidade por dia, que incluiu a capital federal Brasília, Belo Horizonte (Minas Gerais), São Paulo (São Paulo) e Porto Alegre (Rio Grande do Sul), antes de terminar novamente no Rio de Janeiro (Rio de Janeiro). Além de Walter Gagg, que é especialista em segurança e analista de estádios, fizeram parte do grupo os mexicanos Hugo Salcedo (chefe da comitiva) e Jaime Byrom (especialista em acomodações e transporte), o espanhol Jaime Yarza (secretário-geral) e o português Jorge Batista (secretário de imprensa).

Mesmo submetidos a assédio constante, os membros do Comitê de Inspeção da Fifa evitaram manifestar opiniões para a imprensa. Eles alegaram não poder tornar públicas suas avaliações sobre os estádios e cidades do Brasil antes da divulgação do relatório oficial que será apresentado durante a reunião do Comitê Executivo da entidade em Zurique, na Suíça, nos dias 29 e 30 de outubro.

No entanto, na única entrevista coletiva realizada no Brasil debaixo de uma das traves do Maracanã, no último dia de inspeção, Salcedo deixou transparecer que a avaliação deverá ser positiva: “Nosso objetivo era obter o máximo de informações possíveis, e o Brasil conseguiu nos transmitir isso com profissionalismo. Não é possível adiantar o conteúdo do relatório, mas posso dizer que pudemos sentir que as cidades apresentadas têm condições de ser sedes da Copa do Mundo”, disse.

Gagg faz embaixadinhas

Responsável por analisar as condições internas de estrutura dos estádios brasileiros, assim como a segurança em seus arredores, Walter Gagg é uma das peças mais importantes do Comitê de Inspeção. Os templos por onde andou o suíço na última semana fazem sonhar qualquer amante do futebol brasileiro. Maracanã, Morumbi, Mineirão, Beira-Rio... Ele esteve nos gramados e instalações de todos esses estádios, e sua avaliação será fundamental para determinar se eles receberão alguns jogos da Copa de 2014.

Apesar do silêncio forçado, Gagg manteve a simpatia e não escondeu a satisfação por conhecer (em alguns casos, revisitar) estádios tão importantes. Ex-jogador de futebol, o suíço protagonizou um dos momentos mais marcantes da visita, ao fazer diversas embaixadinhas - de óculos, terno e gravata - em pleno gramado do estádio Mané Garrincha, em Brasília. Enquanto mostrava sua habilidade com a bola, Gagg segurava uma bandeira do Brasil que lhe havia sido dada por um aluno da rede pública presente ao evento. O momento foi registrado por fotógrafos e cinegrafistas de diversos veículos e acabou se tornando uma imagem simbólica da inspeção da Fifa.

Durante a inspeção do Maracanã, realizada no dia 31 de agosto, Gagg se deteve em diversos pontos do gramado, de onde observava as arquibancadas e cadeiras inferiores, assim como seus acessos. Durante a vistoria das tribunas, ele pareceu interessado no espaço reservado aos profissionais da imprensa, dando a entender que o considerava pequeno. O especialista da Fifa também fez algumas recomendações sobre os vestiários e sugeriu que o banco de reservas tivesse seu espaço ampliado dos atuais 15 lugares para pelo menos 20 lugares.

Presente de Romário



No maior estádio do Brasil, Gagg deixou mais uma vez transparecer seu lado jogador. Além de ter ficado por vários minutos observando os painéis com fotos de craques brasileiros do passado que enfeitam as entradas das tribunas, ele não conteve alguns elogios: “O Maracanã é uma arena histórica. É o estádio mais bonito do mundo, um monumento à altura do futebol pentacampeão mundial”, disse o suíço, que também esteve com Romário e ganhou de presente do craque uma camisa do Vasco da Gama.

Numa das poucas declarações em que deixou transparecer o que poderá ser o conteúdo do seu relatório, divulgada pela assessoria de imprensa do Governo de São Paulo, Gagg se mostrou satisfeito: “Saio encantado com o que vi em São Paulo. O Morumbi é um estádio muito bom e com certeza estará perfeito até 2014”, disse, ressaltando que o estádio paulista ainda precisa passar por algumas reformas estruturais.

“Alma brasileira”



O presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Ricardo Teixeira, estava bastante otimista ao final da visita do Comitê de Inspeção da Fifa ao Brasil: “A candidatura do Brasil foi além do que outras candidaturas já fizeram em copas anteriores. Nós temos todas as garantias governamentais e já enviamos à Fifa nosso caderno de encargos, com o apoio do governo federal”, disse.

Teixeira prometeu uma Copa do Mundo bem brasileira: “Nós mostramos aos inspetores da Fifa um Brasil moderno, que tem condições de receber a Copa do Mundo. Vamos fazer em 2014 a nossa copa, a copa com a alegria e o samba brasileiros”, disse. Espécie de embaixador da CBF para a Copa de 2014, o jogador Romário também aposta na singularidade de seu povo: “Os membros da Fifa viram de perto a alma do brasileiro. A alma do brasileiro é boa, e acredito que isso será o melhor que eles vão levar lá para a Suíça”, disse.

swissinfo, Maurício Thuswohl, Rio de Janeiro

Política e futebol

Os cinco membros do Comitê de Inspeção da Fifa foram recebidos no Brasil por diversas autoridades públicas, entre elas algumas das mais importantes figuras da política brasileira atual. Além do encontro com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva em Brasília, os especialistas estiveram com os governadores de São Paulo, José Serra, e de Minas Gerais, Aécio Neves, que são prováveis candidatos à sucessão de Lula em 2010.

Os governadores Yeda Crusius (Rio Grande do Sul) e José Roberto Arruda (Brasília) também receberam os representantes da entidade. O único governador a não acompanhar a inspeção realizada pela Fifa foi Sérgio Cabral Filho, do Rio de Janeiro. Durante a vistoria do Maracanã, o grupo de especialistas foi acompanhado pelo secretário estadual de Esportes e Lazer, Eduardo Paes.

A maior deferência à comitiva da Fifa foi a visita de cortesia ao Palácio do Planalto, realizada a pedido do presidente da República. Chefe do grupo, o mexicano Hugo Salcedo saiu satisfeito do encontro com Lula: “Gostamos do entusiasmo do presidente. É muito bom ver um chefe de Estado que se importa tanto com o futebol”, disse.

De José Serra, os especialistas da Fifa ouviram apelos para que influenciem a CBF a escolher o Morumbi como local da partida de abertura da Copa de 2014. O mesmo pedido fez Aécio Neves em relação ao Mineirão, antecipando no campo esportivo a disputa política que devem travar os dois governadores para conseguir a candidatura à Presidência pelo PSDB, partido de ambos.

Aqui termina o infobox


Links

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

×

Destaque