Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

Genebra terá centro de controle de exércitos

Theodor Winkler foi designado diretor do novo centro.

(Keystone)

O governo suíço vai criar em Genebra um Centro Internacional para controle democrático das forças armadas nos países em desenvolvimento sobretudo atingidos por crise. O objetivo é facilitar relacionamento por vezes difícil entre governos e forças armadas.

Genebra já dispõe de um Centro para Política de Segurança e um Centro Humanitário de Desminagem.

Em 2003 deverá contar com esse novo centro voltado para um controle de forças armadas, principalmente em países que saíram de períodos ditatoriais ou atingidos por guerra civil.

Na ótica da Suíça, o projeto será realizado no âmbito de sua participação no programa "Parceria para a Paz" da Otan - aliança militar ocidental. E o vê como resposta a crescente demanda da comunidade internacional de "criação de um organismo que assuma a função de coordenação".

Na primeira fase o Conselho de Fundação reunirá de 20 a 25 países do "espaço euro-atlântico". Numa segunda fase, deve englobar membros de outros grandes países do mundo.

O diretor do novo centro é Theodor W. Winkler (foto), atual chefe suplente da política de segurança e de defesa da pasta da Defesa.

swissinfo com agências.


Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.