Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

Hábitos alimentares têm vida longa

Consumo de frutas e legumes em queda

(Keystone Archive)

33% dos suíços dispensam café da manhã. Falta de tempo é um dos motivos que faz um terço da população suíça dispensar essa refeição considerada muito importante para o equilíbrio alimentar. Boa alimentação diminui doenças do coração e diabete, além de reforçar o sistema imunizador, alerta especialista.

A grande maioria dos suíços está consciente do que seja necessário para melhorar a alimentação, revela estudo publicado na quinta-feira, 17/9 pela multinacional Nestlé. O estudo intitulado "Nutri-Trend 2000", constata que é difícil passar da teoria à prática...

Custos de saúde menores

"Má alimentação desempenha papel de destaque nas enfermidades cardíacas, no diabete ou no enfraquecimento do sistema imunizador", lembrou prof. Paul Walter, presidente da Associação Suíça de Alimentação. Já uma alimentação sadia, realçou o médico, reduz riscos de numerosas doenças, o que permite diminuir os custos (crescentes) da saúde pública.

Um terço de obesos

Segundo o estudo publicado, 82% da população estão bem informados sobre dietética. No entanto, um terço dos suíços tem excesso de peso. As razões apresentadas são falta de tempo, maus hábitos e receio de consumir alimentos diferentes dos habituais.

O estudo aponta ainda que o consumo de carne vermelha diminuiu e que também se come menos frutas e legumes.

Quanto à cozinha vegetariana, ela e mais apreciada na Suíça de expressão alemã e Suíça de expressão italiana. A parte francesa do país continua mais reticente...

swissinfo com agências.


Links

×