Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

Hingis estréia bem no Aberto da Austrália.

Martina Hingis despachou Virginie Razzano.

(Keystone)

No Aberto da Austália, primeiro Grand Slam da Temporada, Martina Hingis, confirma estar em boa forma. Na primeira rodada despachou a francesa Virginie Razzano em 2 sets 6-2 e 6-2. A primeira surpresa no torneio foi a derrota de Guga.

Martina Hingis parece ter-se recuperado completamente de uma contusão em meados de outubro que a obrigou a dependurar a raquete durante várias semanas.

Desafio

Ainda no sábado conquistou seu primeiro torneio da temporada, o de Sydney, também na Austrália. Foi o 39° de sua carreira. E nesta segunda-feira 14/01, estreou bem, eliminando a francesa Virginie Razzano, n° 88 na classificação da WTA - associação das tenistas profissionais.

A jovem suíça, 21 anos, tem como grande desafio conquistar um troféu de um torneio do Grand Slam, os mais prestigiosos. Sua última vitória ocorreu há 3 anos. Foi justamente em Melbourne (contra a francesa Nathalie Mauresmo), em janeiro de 1999.

Deficiências

Hingis é boa de voleio (sendo aliás considerada a melhor jogadora de dupla), sabe antecipar a jogada da adversária. Seu problema é falta de potência, principalmente de seu saque. É por esse motivo em particular que vem tropeçando em finais contra jodadoras do gabarito de Lindsay Davenport, Venus e Serena Williams, todas americanas, todas musculosas e todas de maior estatura que ela.

Na opinião de especialistas só lhe resta aperfeiçoar o que sabe fazer para compensar essas deficiências.

Três outros suíços eliminados na estréia

Patty Schnyder (WTA 40), Marie-Gaïané Mikaelian n° 76 e Ivo Heuberger (que figura apenas entre os 200 melhores)foram eliminados em Melbourne.

No que diz respeito a P.Schnyder, a tarefa era muito dura. Jogou contra Monica Seles, a n° 10 mundial que venceu o aberto da Austrália em 91, 92, 93 e 96. Perdeu em 2 sets, com um seco 6-1 e 6-2. Teve no entanto 4 bolas de "break" no segundo set. Em vão...

O azar de Guga

Se as quadras de Roland Garros, em Paris, só parecem dar sorte a Gustavo Kuerten, as de Melbourne só dão azar. No Aberto da Austrália ainda não passou do segundo set. Desta vez caiu no primeiro. Foi a primeira surpreza do jogo que disputou com francês J. Boutter. Perdeu em 5 sets, parciais de 6-3,6-4, 5-7, 3-6 e 2-6.

swissinfo

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

×