Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

Honra do esqui suíço está salva

Anja Pärson e Sonja Nef comemorando o resultado

(Keystone)

A Suíça - país alpino, onde o esqui é o esporte mais popular - conseguiu apenas uma medalha - e de bronze - nos Jogos Olímpicos, mérito de Sonja Nef. A esquiadora croata Janica Kostelic levou sozinha 4, sendo 3 de ouro.

Os torcedores suíços, decepcionados com o fraco desempenho de seus compatriotas esquiadores em Salt Lake City, estão aliviados com o 3° lugar de Sonja Nef que garantiu à Suíça, na sexta-feira 22/2, uma medalha olímpica de bronze. Vale lembrar que nesse nível de competição, as medalhas se decidem geralmente por resultados que variam apenas de centésimos de segundos.

O fenômeno

No primeiro percurso, Sonja Nef havia chegado apenas em sexta posição. Mas realizou um excelente segundo percurso, ficando em terceiro lugar, após a croata Janica Kostelic e a sueca Anja Pärson.

Kostelic é verdadeiro fenômeno nesses Jogos Olímpicos. A croata de 20 anos - que e sofreu de recorrente lesão no joelho nesta temporada - levou 3 medalhas de ouro (gigante, slálom e combinado). Seu pior desempenho foi um segundo lugar, em Super-G, sinônimo de medalha de prata.

Os representantes suíços em Salt Lake já conseguiram 11 medalhas, um resultado acima das expectativas da Associação Nacional Olímpica (Swiss Olimpics). E pode ser que a última competição de esqui alpino, o eslálom masculino, no sábado 23, reserve alguma surpresa agradável aos torcedores suíços. Sonhar é preciso...

swissinfo


Links

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

×