Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

Hotelaria suíça procura atrair famílias



Märchenhotel Bellevue em Braunwald: onde o dono entretém as crianças hóspedes com contos de fadas de sua autoria.

Märchenhotel Bellevue em Braunwald: onde o dono entretém as crianças hóspedes com contos de fadas de sua autoria.

(swissinfo.ch)

Segundo a agência estatal Suíça Turismo, os 31 hotéis do país especialmente voltados às famílias registraram em junho um aumento de 27% de pernoites em relação ao ano passado.

Prefeituras, hotéis e albergues da juventude desenvolvem roteiros e pacotes especiais para atrair famílias. Um exemplo é a região de Braunwald-Klausenpass, no sul do cantão de Glarus (leste da Suíça).

Quem sai da estação ferroviária Linthal-Braunwald pode começar imediatamente uma caminhada de 6 quilômetros pelo vale, em meio a um fantástico cenário de montanhas. O mascote Eichi – um esquilo esculpido em madeira – acompanha os visitantes e indica 11 parquinhos de aventuras ao longo do percurso, incluindo playgrounds, mesas de jogos cobertas e duas churrasqueiras com lenha grátis.

A "trilha lúdico-pedagógica" inaugurada em 5 de junho de 2010 foi financiada pela prefeitura e por empresas locais e é a mais nova atração de uma região que descobriu a família como nicho de turismo.

O gerente do teleférico Braunwaldbahn, Jacques Winteler, diz que o caminho, que pode ser percorrido também com carrinho de bebê, tem grande aceitação e que muitas escolas promovem passeios para suas crianças no local.

O teleférico é o único meio de transporte para chegar a Braunwald. O povoado de 1600 habitantes a 1300 metros de altitude, livre de automóveis, abre uma vista panorâmica para 30 picos (seis de 3000 m) e três geleiras no sul do cantão de Glarus.

O "reino de Baartli"

Em Braunwald, especialmente no Mächenhotel Bellevue, mora o anão barbudo Baartli. Ele faz na montanha o que esquilo Eichi faz no vale: sinaliza uma trilha chamada "Zwäärg Baartli-Weg", com atrações para pais e filhos, como o "castelo dos anões". Até os hidrantes em Braunwald estão pintados como se fossem esculturas do anão barbudo (veja galeria de fotos na coluna à direita).

O Mächenhotel Bellevue, de quatro estrelas, existe desde 1907, mas só virou "hotel dos contos de fada" em 1976. Desde então, o proprietário Martin Vogel conta todas as noites, pontualmente às 18h30, contos de fada que ele mesmo inventa para os pequenos hóspedes.

A ideia veio de uma menina que chorava e não deixava seus pais em férias jantar em paz. Martin disse que lhe contaria um conto de fadas se ela silenciasse. Dito e feito. No final, ela pediu que ele repetisse a dose no dia seguinte. A ideia pegou e virou uma marca registrada de seu hotel.

"Gosto de contos de fada e de crianças. Quando elas se sentam entusiasmadas à minha frente e riem ou sofrem com os heróis de minhas estórias, então o mundo no Märchenhotel está em ordem", diz Martin Vogel, que como sua esposa Lydia era comissário de bordo da Swissair antes de comprar o hotel.

Ele já publicou um livro e um CD (em alemão suíço, alemão padrão e inglês) com os contos de sua autoria, muitos deles sobre o anão Baartli. No ano que vem, o filho assume a gerência do hotel, mas Martin continuará suas sessões de contos.

O Märchenhotel Bellevue, membro da associação suíça "Kidshotels", oferece uma série de serviços especiais para crianças, como um jardim de infância próprio, babá, cinema e sala de jantar infantil, brinquedos e piscina coberta. Enquanto as crianças se divertem, os pais podem relaxar na área de Spa "Wellness on the Top", no quarto andar, com vista panorâmica para os Alpes.

Duas versões bem mais simples e baratas de hospedagem para famílias em Braunwald são o Familienhotel Hüttenberg (com chuveiros coletivos) e o Bauerhaus Burstberg – este último uma centenária casa de fazenda da família Gisler, onde ainda há criação de animais e os visitantes podem cozinhar suas próprias refeições (veja links na colunas à direita).

Férias por 100 francos a semana

Uma outra opção econômica de férias é viabilizada desde meados da década de 1950 pela Caixa de Viagens Suíça (Reka). A organização sem fins lucrativos com cerca de 500 sócios – empregadores, entidades patronais e empresas de transporte e turismo socialmente engajados – subvenciona férias para famílias de baixa renda.

Desta forma, é possível que pais passem férias com seus filhos por apenas 100 francos por semana nos "povoados Reka". No ano passado, 1200 famílias com 2250 crianças (a maioria de pais solteiros) aproveitaram essa oferta.

Para poder oferecer as férias por 100 francos, a Reka gasta anualmente 2,5 milhões de francos, explica o diretor Werner Bernet. O dinheiro é arrecadado através de cheques Reka, que podem ser usados para fazer compras na segunda maior rede de supermercados do país, a Coop.

A Reka coopera também com os albergues da juventude da Suíça e assim viabiliza férias baratas para os desfavorecidos em diferentes regiões do país. Alguns dos 63 albergues, por exemplo, os de Davos, Zermatt e Scuol, no leste, oferecem descontos de até 35% no verão.

Hospedagem grátis para crianças

Ofertas de férias para famílias parecem estar em moda, tanto na hotelaria quanto na para-hotelaria suíça. Os oito hotéis da rede Sunstar, por exemplo, oferecem hospedagem grátis para crianças de até 15 anos em julho e agosto deste ano.

Também outros hotéis, como o Schweizerhof em Lenzerheide, o Edelweiss em Engelberg, o Steigenberger em Gstaad, o Sheraton Waldhuus em Davos ou o novo Rocksresort em Laax, tentam atrair mais clientes no verão com pacotes e descontos especiais para famílias.

Além de descontos, alguns hotéis e albergues da juventude oferecem serviços adicionais, como passeios gratuitos, passagem para teleféricos e jantares temáticos. A intenção é compensar o câmbio desfavorável e fazer com que as famílias passem suas férias na Suíça em vez de viajar ao exterior.

Geraldo Hoffmann, swissinfo.ch

KidsHotels

O hotéis voltados voltados às famílias com crianças pequenas (KidHotels), em geral, oferecem quartos espaçosos, áreas para brincar (dentro e fora), programas de entretenimento e menus especiais para crianças.

As crianças estão no centro das atenções, mas o resto da família também não é esquecido.

As ofertas vão desde casas de férias nos assim chamados "povoados Reka" até pacotes de hotéis de primeira classe. Alguns hotéis oferecem serviços de babá.

Na Suíça há pelo menos 31 destinos que têm o selo "família bem-vinda", dispondo de parques infantis naturais, programas especiais para tempo ruim e hospedagem adequada em pelos menos 15 casas de férias e um hotel voltado à família.

Na Áustria há pelo 45 assim chamados "Kinderhotels".

Aqui termina o infobox


Links

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

×