Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

Integração de estrangeiros exige mais verbas

A Suiça é o 2° pais europeu com maior número de estrangeiros

(Keystone)

Na Suíça, a Comissão Federal dos Estrangeiros gastou 10 milhões de francos para financiar 205 projetos de integração de estrangeiros, cerca de 20 da população. Estima que precisaria de 40 milhões para atender a todos os pedidos de integração, uma "necessidade política".

Este é o primeiro ano que verba governamental é aplicada na promoção da integração da população estrangeira. No total foram atribuídos 10 milhões de francos - cerca de 5.6 milhões de dólares - para um objetivo que o vice-presidente da Comissão Federal dos Estrangeiros (CFE), Walter Schmid aponta como "uma necessidade política".

A Suíça é o país europeu com maior densidade de estrangeiros, depois de Luxemburgo. Contanto os funcionários internacionais, a cifra oscila em torno de 20 por cento dos 7 milhões de habitantes. (Os portugueses representam quase 10 por cento...).

Os projetos de integração apresentados totalizam um montante de 40 milhões de francos. Em conseqüência a metade foi rejeitada e várias propostas receberam apenas financiamento parcial.

A maioria das subvenções foi destinada a aprendizado de línguas, aperfeiçoamento pessoas influentes e participação na vida social. Beneficiam-se também da ajuda, os serviços regionais de ajuda aos estrangeiros.

swissinfo com agências.


Links

×