Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

Internet cria desigualdade

Metade dos suíços já está na internet (foto: Siemens-Pressebild)

Governo publica os resultados de uma pesquisa sobre avanços do uso das tecnologias de comunicação na Suíça.

Mais da metade da população tem acesso à Internet e mais de dois terços possuem um celular. Muitos suíços estão, porém, fora do mundo da informação digital.

Muitos estrangeiros ainda têm uma visão distorcida da Suíça. Para os que conhecem o país apenas pela televisão ou turismo, o típico suíço mora nas montanhas, está cercado de vacas, gosta de queijo e fala um dialeto incompreensível para a maioria dos mortais. Os cenários bucólicos do país escondem, porém, a Suíça do futuro.

Uma pesquisa publicada há poucos dias, origem de trabalho conjunto entre o Departamento Federal de Comunicação (Bakom), Departamento Federal da Estatística (BFS) e o Grupo Ciência e Pesquisa (GWF), mostra que os suíços estão no cume tecnológico entre os europeus.

Maior parte dos suíços tem Internet em casa

A pesquisa revela surpresas: Mais de 90% das empresas na Suíça utilizam computadores no seu dia-a-dia. Oitenta por cento delas estão ligadas na Internet e 55% dispõe de um site próprio.

Também no setor privado, as estatísticas mostram a velocidade das transformações vividas pelos suíços. "Nos anos 90, ocorreu um forte aumento na demanda por computadores: de 1990 a 2000, o número de casas na Suíça onde é possível encontrar um computador passou de 15% para 61%, ou seja, quase dois terços das residências possuem hoje esse aparelho".

Os pesquisadores mostram que a Suíça é um país acima da média no uso de novas tecnologias. Com 70 usuários de celular para cada 100 habitantes, ou 5 milhões de usuários de celulares, os suíços estão na frente de países como a Alemanha, Estados Unidos, França e Japão. Apenas a Áustria, Itália e países escandinavos têm níveis mais elevados do uso de handy: os austríacos, campeões do setor, chegam a ter quase 80 usuários de celular para cada 100 habitantes.

No quesito "gastos em informática por habitante" a Suíça está em primeiro lugar, comparado-se com os países mais ricos do mundo.
"Em 2001, foram gastos na Suíça 2.200 dólares por habitante, para investimentos na informática. Os Estados Unidos, carro-chefe mundial das tecnologias de informação, ficou em segundo lugar na pesquisa, com 1860 dólares".

Internet cria desigualdade



O estudo mostra também que existe uma grande diferença no uso da Internet, dependendo da idade, grau de formação, sexo e renda média dos usuários. Esse contraste explica porque as classes sociais menos favorecidas acabam alijadas das novas tecnologias.

Mesmo num país rico como a Suíça, o nível de renda da família determina o seu grau de uso da internet. Em 2001, enquanto que apenas 14% dos suíços que ganham menos do que 2700 dólares por mês usaram a Internet, mais de 70% daqueles que têm uma renda mensal maior do que 6700 dólares surfaram à vontade.

Em 2001, a Internet ainda é um mundo predominantemente masculino na Suíça. "Metade dos homens são usuários regulares da Internet. Das mulheres, apenas 29% têm o costume de navegar".

Quem mais estuda, usa mais a Internet

Também o grau de escolaridade determina o perfil do usuário.
Quanto mais tempo se passa nos bancos escolares, maior é o interesse pelas tecnologias de informação. Em 2001, 71,7% das pessoas com formação universitária usavam Internet. Daquelas que só dispõem de formação escolar básica, apenas 19,4% afirmaram ter acesso.

"O enorme desenvolvimento das tecnologias de informação, a velocidade dessas transformações, acabam ultrapassando muitos grupos sociais" afirma Heinz Gilomen, chefe do setor Sociedade e Educação, na Secretaria Federal de Estatísticas da Suíça.

Para Gilomen, a democraticacao do uso da Internet deve se realizar através de medidas governamentais. "Nosso objetivo não foi apresentar soluções, mas sim apresentar uma realidade. Porém não deixamos de indicar que o melhor caminho é equipar as escolas públicas com mais computadores e intensificar o ensino de informática, dando inclusive especial atenção às meninas, que são normalmente alijadas no uso dos computadores".

swissinfo/Alexander Thoele

Breves

- Dois terços das residências dispõem de computador.
- Mais de 90% das empresas utilizam computadores.
- A Suíça tem 70 usuários de celular para cada 100 habitantes.
- No total: 5 milhões de usuários de celulares.

Aqui termina o infobox


Links

×